Terça-feira, 23 de Agosto de 2016

“RECEÇÃO” DA LÍNGUA PORTUGUESA SÓ EM PORTUGAL

 

 

Em mais nenhum país lusófono se escreve “receção” por RECEPÇÃO. Nem no Brasil, onde um dia desataram a retirar consoantes mudas para facilitarem a aprendizagem do Português, com o intuito de se baixar o índice elevado de analfabetismo, objectivo que ainda não foi alcançado.

 

Mas o pior é isto, que se pode ler na Wikipédia, onde se encontra os maiores barbarismos em relação à Língua Portuguesa.

 

Com o consentimento do governo de Portugal, que não defende a sua Língua Oficial, ao contrário de todos os outros países do mundo.

 

Até neste detalhe Portugal é pequenino…

 

13907159_890547341046935_577697331075325984_n[1].p

 

«A unificação do Acordo Ortográfico em todo o seu esplendor também na Wikipédia. Perante a nova confusão gerada para o português de Portugal, vêem-se obrigados a alertar os utilizadores para a diferença entre "recessão" e "receção", sendo que neste último caso é a grafia da variante brasileira que prevalece nas entradas por não dar lugar a equívocos: recepção. Sim, a grafia com o tal inútil "p" que era igual em ambos os lados do Atlântico e que agora é um exotismo luso. E o objectivo era mesmo unificar as duas variantes, agora imagine-se se não tivesse sido...» (Tradutores contra o Acordo Ortográfico)

 

Origem da imagem:

https://www.facebook.com/TradutoresContraAO90/photos/a.212426635525679.35361.199515723483437/890547341046935/?type=3&theater#

 

«Vamos tirar letras para simplificar, disseram os fazedores do Acordo Ortográfico, convencidíssimos de que aproximar a escrita da fala só traria benefícios. Ei-los (Tradutores contra o Acordo Ortográfico)

 

RECESSÃO.png

 

Origem da imagem:

https://www.facebook.com/TradutoresContraAO90/photos/a.212426635525679.35361.199515723483437/890570781044591/?type=3&theater#

 

E VIVA O ACORDO ESTUPIDOGRÁFICO!

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:43

link do post | comentar | adicionar aos favoritos
| partilhar

.mais sobre mim

.pesquisar neste blog

 

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. MANIFESTO DO MOVIMENTO "C...

. DOIS PAÍSES, DUAS LÍNGUAS

. «O QUE SE PASSA NOS DOCUM...

. UM PORTUGUÊS ESCRITO À BR...

. AO90 – A "MÁ É LUNÁTICA P...

. A TEIMOSIA IRRACIONAL DE ...

. A LÍNGUA BRASILEIRA A CAM...

. PÁRA O ACORDO ORTOGRÁFICO...

. O "ABORTO ORTOGRÁFICO" QU...

. E ASSIM VAI A LÍNGUA PORT...

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

.ACORDO ORTOGRÁFICO

EM DEFESA DA LÍNGUA PORTUGUESA, A AUTORA DESTE BLOGUE NÃO ADOPTA O “ACORDO ORTOGRÁFICO” DE 1990, DEVIDO A ESTE SER INCONSTITUCIONAL, LINGUISTICAMENTE INCONSISTENTE, ESTRUTURALMENTE INCONGRUENTE, PARA ALÉM DE, COMPROVADAMENTE, SER CAUSA DE UMA CRESCENTE E PERNICIOSA ILITERACIA EM PUBLICAÇÕES OFICIAIS E PRIVADAS, NAS ESCOLAS, NOS ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, NA POPULAÇÃO EM GERAL E ESTAR A CRIAR UMA GERAÇÃO DE ANALFABETOS.

.BLOGUES

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/

.CONTACTO

isabelferreira@net.sapo.pt

. AO/90 É INCONSTITUCIONAL

O Acordo Ortográfico 1990 não tem validade internacional. A assinatura (em 1990) do texto original tem repercussões jurídicas: fixa o texto (e os modos como os signatários se vinculam), isto segundo o artº 10º da Convenção de Viena do Direito dos Tratados. Por isso, não podia ser modificado de modo a entrar em vigor com a ratificação de apenas 3... sem que essa alteração não fosse ratificada por unanimidade! Ainda há meses Angola e Moçambique invocaram OFICIALMENTE a não vigência do acordo numa reunião OFICIAL e os representantes OFICIAIS do Brasil e do capataz dos brasileiros, Portugal, meteram a viola no saco. Ora, para um acordo internacional entrar em vigor em Portugal, à luz do artº 8º da Constituição Portuguesa, é preciso que esteja em vigor na ordem jurídica internacional. E este não está!
blogs SAPO