Segunda-feira, 5 de Junho de 2017

APENAS AS GRANDES MENTES TÊM A CAPACIDADE DE RECONHECER O ERRO

 

Infelizmente, não são as grandes mentes que governam este nosso país, metade grandioso, metade insignificante.

 

Um ministro (minus) (o tal dos negócios dos estrangeiros) que diz «se quiséssemos, acabaríamos com o AO90, mas não queremos…» não tem o mínimo sentido de Estado, não tem personalidade própria, não tem dignidade, nem inteligência, e governa conforme os quereres e não conforme os deveres.

 

E isto tem as mais desastrosas repercussões para o país, principalmente para o futuro dos futuros analfabetos escolarizados que estão a fabricar-se nas actuais escolas portuguesas.

 

LÍNGUA.png

 

Durante os cerca de 800 anos em que existimos como país, já tivemos de tudo: bons e maus reis; razoáveis presidentes da República e governantes; e maus presidentes da República e governantes; até já tivemos uma ditadura, mas nunca, nunca, ao longo destes 800 anos tivemos um tão péssimo presidente da República e um tão péssimo governo, no que à defesa da identidade portuguesa diz respeito.

 

A um, só interessa ouvir este tu cá, tu lá: «Ó Marcelo, anda cá tirar uma selfie!...», enquanto, sem o menor pejo, promove o acordês abrasileirado pelas comunidades portuguesas, e na feira deo livro de Lisboa.

 

Aos outros, interessa assegurar que a negociata trafulhosa, que atou Portugal aos ignorantes, se mantenha, não para bem da Nação, mas para bem dos trafulhas.

 

Todos os Portugueses, mais ou menos instruídos, e principalmente livres, ou seja, os que não têm medo do bicho-papão instalado no poder, os que têm uma espinha dorsal bem erecta, e não se vergam aos maus mandos dos que se aproveitam dos cargos que ocupam, para servir exclusivamente os lobbies e disso tirarem proveito próprio, perplexos com a estupidez reinante, têm encetado todos os esforços e apresentado todos os argumentos racionais, válidos e assentes nas Ciências da Linguagem (e não no simples “querer” de mentes com neurónios avariados), com o objectivo de iluminarem as mentes mergulhadas na mais profunda ignorância e teimosia e irracionalidade e que insistem em manter vivo um aborto deformado, mutilado, feio, desengonçado, aparvalhado, que dá pelo nome de AO90, também conhecido por socratês, cavaquês, lulês, brasileirês

 

FERNANDO PESSOA NÃO ERA PHERNANDO, MAS ESCREVIA PHARMÁCIA

 

Os acordistas apresentam a rejeição de Fernando Pessoa à ortografia de 1911, como um modelo, mas Fernando Pessoa, não era Phernando, mas escrevia pharmácia. Ora se havia a letra F, no alfabeto português, porque não utilizá-la? Para bom entendedor...

 

Fernando Pessoa debateu-se apenas contra a mudança, e não contra a estupidez dessa mudança, porque simplesmente o que se propunha em 1911 não era estúpido, como o que se propôs em 1990. O que se propôs em 1911, fez parte da evolução da Língua, e não da mutilação dela.

 

Uma coisa é substituir uma grafia, baseados na Ciência, outra coisa é capar as palavras, transformando-as numas aleijadinhas, sem pés nem cabeça, para facilitar a aprendizagem dos menos dotados mentalmente, ou simplesmente para destruir a língua do colonizador mal-amado, ou para encher os bolsos dos tratantes.

 

Então, com base em coisa nenhuma que valha a pena, apenas por uma teimosia eivada da mais profunda estupidez, uns tantos desilustrados, já caducados, lusos e brasileiros (porque não foram convocados representantes dos restantes países lusófonos), com o intuito fajuto de unificar algo que é absolutamente impossível de unificar (e isso está mais do que provado, e nem sequer isso os acordistas conseguiram perceber) pariram um aborto ortográfico sem precedentes na História de toda a Humanidade (tinham de ser os portuguesinhos, com neurónios miudinhos e avariados a protagonizar tal desfeito histórico), que está a esmagar uma das mais belas e nobres línguas indo-europeias - a Língua Portuguesa.

 

Eles acham ridículo escrever as consoantes mudas, por isso são um zero à esquerda em Línguas como a Inglesa ou a Alemã, que têm consoantes mudas, umas a seguir às outras, e nem por isso, os Ingleses ou os Alemães as capam. As Línguas cultas são feitas com Cultura, não com palermices de incapacitados mentais.

 

Neste momento, existe um grupo de trabalho no Parlamento para avaliar o impacto da aplicação do AO90 que, como não podia deixar de ser, tem o PS a bater o pé, com o seu obscurantismo. E, apesar de todas as críticas bem fundamentadas contra o monumental malefício de uma ortografia parida e aplicada à balda, por todos os que, subservientemente, aderiram a este desmando, não houve ainda fumo branco, para extirpar esta vergonha do nosso País, da nossa Cultura, do nosso Ensino.

 

É que apenas as mentes iluminadas cedem quando se vêem à beira do abismo.

 

Os cegos mentais, porque nada vêem, vão em frente e caem no fosso que, cegamente, eles próprios cavam.

 

Porém, se querem suicidar-se, suicidem-se, mas não levem para a cova a nossa bela e nobre Língua Portuguesa.

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 12:15

link do post | comentar | adicionar aos favoritos
| partilhar
Quarta-feira, 19 de Abril de 2017

A INCOERÊNCIA DE UM GOVERNO QUE NÃO SABE O QUE FAZ E UMA FENPROF SUBSERVIENTE

 

FENPROF.jpg

Origem da foto:

http://24.sapo.pt/atualidade/artigos/fenprof-entrega-documento-reivindicativo-na-residencia-do-primeiro-ministro

 

Hoje, ouvi o ministro da Saúde dizer no telejornal que as vacinas não são obrigatórias, porque soa a ditadura (mais ou menos isto).

 

E então a obrigatoriedade nas escolas, da aplicação de uma ortografia mutilada, estrangeirada, inculta e idiota, que dá pelo nome de AO90, com a agravante da penalização para os alunos que escrevam correCtamente a sua Língua Materna, não soa a ditadura????

 

***

E a FENPROF (Federação Nacional de Professores)?

 

Quado lhes mexem nos bolsos ou nas carreiras, mexem-se eles nas ruas.

Agora, quando se trata de defender o instrumento maior do Ensino: a Língua Portuguesa, com que devem comunicar todos os saberes aos alunos, isso já não interessa.

 

Também, com um secretário-geral desta estrutura sindical a bandear-se para o lado dos predadores da Língua, tudo é possível!

 

Que vergonha de país!

Que vergonha de governantes!

Que vergonha de professores interesseiros!

Tudo isto é repugnante.

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:02

link do post | comentar | adicionar aos favoritos
| partilhar
Quarta-feira, 12 de Abril de 2017

SE A IGNORÂNCIA PAGASSE IMPOSTO, PORTUGAL SERIA O PAÍS MAIS RICO DO MUNDO

 

 

Uma reflexão sobre a ignorância e os ignorantes militantes, ou seja, aqueles que, apesar de toda a informação, optam por continuar ignorantes.

Por isso, o AO90 mantém-se pendurado por um fio de aranha, sobre um abismo…

 

IGNORÂNCIA1.jpg

INDIFERENÇA.jpg

 Origem da foto: Internet

 

Consta que são bastantes, os ignorantes, os indiferentes, os invejosos, os mesquinhos, os desconfiados, os medrosos, os corruptos e os interesseiros, que desconhecem o sentido da cidadania, logo, não a exercem. E, por isso, permitem que o país seja malgovernado, abandalhado e vendido aos pedaços, a quem dá mais.

 

Se a ignorância pagasse imposto, Portugal seria o país mais rico do mundo. Esta é a triste verdade.

 

É que a ignorância está disseminada por toda a parte, por todos os extractos sociais e pelos mais altos cargos da Nação.

 

A Saúde, em Portugal, está gravemente doente.

 

A Pobreza espreita em cada esquina.

 

O Ensino anda a rastejar por um chão pejado de uma descomunal cegueira mental.

 

A Cultura Culta e a Cultura Crítica emigraram para mundos mais civilizados.

 

As Artes sufocam, e apenas os escravos do poder vivem à custa delas.

 

A Língua Portuguesa anda perdida nos subterrâneos de uma ignorância e de uma indiferença descomunais que, alarvemente, estão a esmagar a identidade do povo português.

 

A política da violência e crueldade contra seres vivos têm os seus maiores defensores sentados nos Palácios de São Bento e de Belém.

 

Os indiferentes andejam por aí, como sonâmbulos. Se lhes mexem nos bolsos, agitam-se, mas sem grande convicção, por isso tudo continua sempre igual, sempre funesto, sempre obscuro, sempre mergulhado no lodo de um passado que se quer passado, e não presente ou futuro.

 

Na hora do voto, vota-se na continuidade, porque o medo de mudar é mais forte do que a vontade de ousar o desconhecido, a modernidade, o avanço civilizacional.

 

A ignorância e a indiferença estão a cozinhar Portugal em banho-maria, e os bobos da corte saltam e riem, porque enquanto houver povo ignorante e indiferente, mantê-lo-ão sob o seu jugo, e destruirão a Nação, em prol de interesses que não interessam, de modo algum, a Portugal.

 

E os Portugueses, tal como num tempo ainda bem presente, lá vão cantando e rindo, levados, levados, sim, pela voz do som tremendo, da ignorância sem fim… (1)

 

Isabel A. Ferreira

 

(1) Excerto adaptado do Hino da Mocidade Portuguesa, letra de Mário Beirão

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:42

link do post | comentar | adicionar aos favoritos
| partilhar
Sexta-feira, 3 de Março de 2017

"PORTUGUESE (AFRICA)"??????

 

"Portuguese (Africa)"??

 

PR ÁFRICA1.png

 

Depois de remover o Português Europeu do Google Tradutor, deixando apenas o Português Brasileiro e apelidando-o apenas de "Português", está o Google agora a admitir que existe um Português em África? E assim sendo, será esta diferente das outras? Ou pelo menos da vertente brasileira? De que modo? Aplicará o AO?

Será esperar para ver... (Firefox contra o Acordo Ortográfico)

 

***

Isto é influência do Brasil.

 

Para muitos brasileiros, pouco dados à Geografia e à Cultura Geral, Portugal não pertence à Europa, mas sim à África. E eu sou testemunha desse ENSINO deturpado. Já tive de me levantar numa aula, no Brasil, para chamar mentiroso ao professor de Geografia Económica, que queria passar essa ideia à turma.

 

A mim, alguns brasileiros chamam-me de marroquina. Não é que ser marroquina me faça mossa. Mas colocam-me num país que não é o meu.

 

Não consigo entender por que os políticos portugueses ainda não se aperceberam de que estão a tomá-los por parvos.

 

E o ministro Santos Silva é um bom ministro dos NEGÓCIOS dos estrangeiros.

 

Fonte:

https://www.facebook.com/FirefoxContraOAcordoOrtografico/photos/a.248609471911266.45227.213877095384504/992980824140790/?type=3&theater

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:59

link do post | comentar | adicionar aos favoritos
| partilhar
Terça-feira, 6 de Dezembro de 2016

O QUE OS BRASILEIROS INCULTOS ACHAM DA LÍNGUA PORTUGUESA

 

O que se segue é uma pequena amostra das várias centenas de comentários de brasileiros, dirigidos a mim e a mais uns tantos, no Google, no vídeo «TODOS em aCção contra o "acordo ortográfico"», e num outro, onde se fala de Portugal como o “novo Estado do Brasil”, e nos quais se desdenha da Língua Portuguesa, como se desdenha do lixo à porta da nossa casa, e muitos de nós somos obrigados a sair à liça, para a defender e mostrar aos menos cultos o que eles não sabem, uma vez que as escolas brasileiras não o fazem.

 

O que se segue, fruto do ENSINO brasileiro, e está disseminado como uma praga, serve de intróito para a terceira parte da “Génese do Acordo Ortográfico de 1990» que publicarei em breve.

 

(Peço desculpa, desde já, pelo vernáculo brasileiro).

 

frase-sem-a-cultura-e-a-liberdade-relativa-que-ela

 

Otaviano_MT

«EU FALO BRASILEIRO COM MUITO ORGULHO MESMO, uma pena que tenho que falar esse idioma chato e ridículo que é o português. Mas o Brasil ta mudando e queremos muito se afastar de pessoas como você, e desse seu português correCto que não sei da onde tiraram esse c. Vai ficar com esse seu linguajar pra lá, com essa população que tem no menor ESTADO brasileiro. VOCÊS PORTUGUESES NÃO SÃO DONO DA LÍNGUA PORTUGUESA E NUNCA VÃO SER. O ACORDO VENCE ONDE SE TEM A MAIOR POPULAÇÃO DE FALANTES. 10 MILHÕES DE HABITANTES, UMA POPULAÇÃO QUE CABE DENTRO DE UM ÔNIBUS. O PORTUGUÊS BRASILEIRO É O MAIS FALADO DO MUNDO VOCÊS NÃO MANDAM MAIS NO ACORDO. SOMOS 200 MILHÕES DE PESSOAS!!! ACEITA».

***

Luis Couto

«A gente salva a língua deles da extinção (pois 10 de milhões de pessoas pode-se considerar ameaça de extinção) e ainda somos recriminados. Infelizmente, colonização não se escolhe. Todo brasileiro preferia mil vezes ter sido colonizado pela Inglaterra. Todos nós sabemos que os Estados Unidos não seriam o que é hoje se fosse colonizado por Portugal. Até na linha a gente deu azar, pois era para o Brasil falar uma língua universal que é a inglesa. Da onde vocês inventaram essa língua? Que 'presente* de grego para o Brasil».

***

Otaviano_MT

«+Isabel A. Ferreira E daí que você pertence a europa? TO POUCO ME LIXANDO PRA ISSO. vocês pertence a europa por localização mesmo, são o acre da europa. Brasil é a maior sétima economia do mundo. Brasil é muito superior a Portugal. Europa pra mim é França, Itália e etc... Se manque o Português Brasileiro vai dominar o mundo, nós ainda somos muito bons com vocês por dizermos que falamos português, se não fosse por isso o pt europeu seria esquecido no mundo. Na verdade, o pt europeu é invisível ao mundo kkkkkkk

***

Otaviano_MT

«Não sobrevive fora do Brasil????

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Piada a essa hora, Só se for ai em Portugal que não. O PORTUGUÊS COM A VARIANTE BRASILEIRA TA SENDO APLICADO EM VÁRIAS ESCOLAS FORA DO BRASIL (América Latina, China, Estados Unidos, Italia e etc). DÁ UMA PESQUISADA NO GOOGLE E VER O QUANTO A LÍNGUA PORTUGUESA FICOU CONHECIDA NO MUNDO GRAÇAS AO BRASIL. TEM MUITAS PESSOAS APRENDENDO O PORTUGUÊS E NEM É DE PAÍS LUSÓFONO. O IDIOMA CRESCEU NO MUNDO E MUITAS PESSOAS QUEREM APRENDER. PORTUGAL É QUEM PERTO DO GRANDE BRASIL? VOCÊS NÃO SÃO OS DONOS E NEM OS PRINCIPAIS FALANTES DA LÍNGUA. TCHAU»

***

Luis Couto

«Que sotaque horrivel, acho que só o francês é mais horrivel que o português de portugal. uma ilhota de 10 milhões de habitantes não consegue nem mesmo manter a sua propria lingua. mercado de midia em Portugal = menos que 1 bilhão de dolares em 2014. mercado de midia no brasil = 35 bilhões de dólares em 2014. atenção: Foram os portugueses que destruíram a nossa língua DOS ÍNDIOS no brasil quando eles chegaram aqui. quem me dera que fossemos colonizados pelos INGLESES. SORTE TEVE OS ESTADOS UNIDOS.»

***

demarchiheed

«Manca Mulas Merda é seu país de bosta, se não fosse o Brasil, o português só seria mais uma língua entre muitas outras. Ainda com essa crise somos a 7° economia mundial, temos indústrias nacionais. O Brasil é um país recente. AINDA BEM QUE NÃO SOU DESCENDENTE DE PORTUGUÊS, povo atrasado.

***

demarchiheed

«+Isabel A. Ferreira Chora mais por favor. Todo idioma evolui, só o idioma mais adaptado e com mais falantes sobrevive, como o Latin que entrou em extinção des da queda de roma. Pode ser o caso de Portugal. Agora, chore mais portuga, vocês não representam nada.»

***

Otaviano_MT

«+Isabel A. Ferreira Mas os países aprendem o Português Brasileiro. Se toca senhora

***

Luis Couto

«Miguel Fernandes em uma ilha pequena e com população de cidade, claro que a violência é menor, né?. mas, nos demos uma forcinha para vocês construindo um avião em Portugal. o kc-390. só assim Portugal se inseri no mapa mundi. escrevemos com as nossas gírias e bordoes e vocês entendem. isso sim é ser colônia nossa. fui..»

***

Língua Brasileira

«Este abaixo assinado visa à mudança do nome da língua portuguesa falada no Brasil, para “língua Brasileira”, visto que possuímos características que diferem do Português Europeu, construídas por falas das três etnias o Índio, Branco e o Negro, que formaram nosso Brasil, deixando praticamente nulo a existência de uma imagem de colônia que ainda fala Língua de seus colonizadores. Sendo impreterivelmente necessária nomeá-la como “língua Brasileira”, no que se refere a uma Sociedade ou Nação e no falar de seus cidadãos. Sua autonomia! Assim como ilustres Visconde de Pedra Branca, Varnhagen, Paranhos da Silva, Machado de Assis, Mário de Andrade e os românticos como Gonçalves Dias, José de Alencar que defendiam nossa autonomia propugnando por uma língua nossa, a “língua brasileira”. E á revogação do projeto de ortografia unificada da Língua Portuguesa, que elimina os acentos o novo acordo entrou em vigor em 1º de janeiro de 2009, sendo assim acabando com a identidade brasileira naquilo que se diz mais autentico sua fala e gramática, caracterizando ainda mais como Colônia subdesenvolvida e semianalfabeta. Exemplos de pronuncias e escritas sem acentos. Avó - Avô / Avo Língua / Lingua Coração / Coraçao Céu / Ceu Etc.

http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR71343»

***

demarchiheed

«+Isabel A. Ferreira Vocês são tão inteligente que nem tecnologia própria conseguem ter, vocês são uma raça ignorante mesmo, são tão burros que não OLHAM para o fato de que Portugal é MUITO mais antigo que o Brasil e tem uma população insignificantemente, já o Brasil tem apenas pouco mais de 500 anos, e em menos de 5 séculos o Brasil conseguiu fazer mais que Portugal. Podem falar oque quiser, pode chorar até, que não dou ouvidos a um bando de iludidos. Sem essa merda falida de União Européia vocês seriam mais interessante do que já são e PONTO FINAL

***

Ponto final, não. Há muitos mais comentários como estes em vários vídeos, na Internet. Mas penso que esta amostra dá para ter uma ideia do que se passa no Brasil, no que respeita ao desrespeito pela Língua Portuguesa e ideias subjacentes.

 

Para finalizar, farei completamente minhas, as palavras sábias da Marina e do Cristiano, apenas para que não se diga que apenas eu implico com isto…

 

(E já agora confira-se a diferença entre a versão inculta e a versão culta da língua).

 

Marina Martins

«Vejo aqui nos comentários uma grande confusão entre o número de falantes de uma língua e outras funções que ela pode ter. Uma dessas funções é a identidade de um povo: Bem se importam os bascos, ou os catalães, ou os da Córsega, ou o grupo romanche da Suíça de serem poucos; eles exigem falar e escrever a sua língua e que ela seja ensinada nas escolas. Em Espanha é frequente ver o nome de cidades bascas (na estrada, mas ainda longe do país basco) indicado em castelhano e em basco, só para dar um exemplo que conheço. E já agora: devem estar convencidos de que o inglês é mais internacional por ter um maior número de falantes no mundo. Pois não tem: a língua mais falada é o mandarim chinês. Alguém aqui a conhece? E o inglês nem sequer é internacional pelo nº de falantes, já que tem pelo menos 18 variantes, sendo algumas bem diferentes (podem ver num corrector ortográfico do Word), portanto muitas mais que o português. É internacional pelo poder ECONÓMICO dos EUA, que já começou a sua decadência. Deixem-se de achar que o Brasil é importante por ser grande em território. Afinal não é tão rico como os EUA ainda são, e no aspecto cultural é o que se vê, até aqui nos comentários. E se se querem afirmar, seja por que motivo for, digam que falam BRASILEIRO e não Português. Nós continuaremos a falar Português, pouco importando se somos poucos ou muitos, ricos ou pobres. Somos um país com identidade própria, um dos mais antigos da Europa, e isso é suficiente.»


Cristiano Camacho

«Pelos comentários de alguns brasileiros incomodados parece que este vídeo fere a sensibilidade dos mesmos. Vá lá, deitem cá para fora essa frustração de séculos, contida nessas mentes complexadas de inferioridade intelectual. Despejem essa raiva contra o país que chegou primeiro a essas paragens. Vá lá, aceitem e embrulhem o facto de que foi Portugal, o país que mais marcas culturais deixou enraizadas nesse território. Mentalizem-se e aceitem a vossa incapacidade em perceberem, falarem e escreverem uma língua milenar como a Portuguesa. Antes de criticarem cultivem-se, leiam e só depois venham para aqui atacar os portugueses. Pois, até ao momento, só conseguiram mostrar o rancor e a raiva que sentem pelo facto de ter sido este pequeno país europeu a deixar um legado cultural e arquitectónico nesse vasto território, hoje em dia, habitado por cerca de duzentos milhões de almas, aparentemente, frustradas por não saberem utilizar a maior ferramenta que um povo pode legar a outro, a sua cultura e, por conseguinte, a sua língua. Vá, de uma vez por todas, façam-nos um favor e designem esse linguajar por "brasileiro".»

 

Isabel A. Ferreira

 

Fontes dos comentários:

https://www.youtube.com/watch?v=F1RYDsWsh0c&t=2s

https://www.youtube.com/watch?v=hSQJ77W0yE0

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:27

link do post | comentar | ver comentários (4) | adicionar aos favoritos
| partilhar
Terça-feira, 12 de Abril de 2016

O AO/90 NÃO ESTÁ EM VIGOR E É ILEGAL APLICÁ-LO

 

 

Quem o aplica incorre num crime de lesa-língua e até mesmo de lesa-pátria, além de demonstrar uma ignorância crassa sobre a Língua Portuguesa, matéria da maior importância em todos os níveis do ensino: do básico ao superior.

 

DESOBEDIÊNCIA CIVIL é, pois, o caminho a seguir.

 

499227[1].jpg

 

E João Graça esclarece:

 

JOÃO GRAÇA.jpg

Fonte da imagem:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=485121625016107&set=gm.1119463011432404&type=3&theater

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:10

link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos favoritos
| partilhar
Quarta-feira, 30 de Março de 2016

TORNAMOS A REPETIR: O ACORDO ORTOGRÁFICO É ILEGAL

 

«O jurista Paulo Saragoça da Matta a lembrar-nos, se necessário fosse, a questãozinha legal: o chamado "acordo ortográfico" de 1990 não está, nem pode estar, em vigor em Portugal, uma vez que o processo conducente à sua imposição viola flagrantemente princípios elementares do Direito Público.

 

Sendo, assim, ilegal em Portugal, não pode ser usado por instituições públicas, muito menos – Senhores Pais e Professores! – no Ensino. (jcarlos_araujo)

 

O que é que aqueles que aplicam o AO/90 não entendem aqui?

Será necessário fazer desenhos?

 

12651248_10207733485162505_1470892953563161730_n[1

 

Fonte da imagem:

https://www.instagram.com/p/BBLFyizgY7q/?fb_action_ids=10207733485042502&fb_action_types=instapp%3Atake&fb_ref=ogexp&fb_source=other_multiline&action_object_map=%5B984764171561300%5D&action_type_map=%5B%22instapp%3Atake%22%5D&action_ref_map=%5B%22ogexp%22%5D

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:42

link do post | comentar | ver comentários (6) | adicionar aos favoritos
| partilhar
Domingo, 6 de Março de 2016

EM PORTUGAL, A IMPOSIÇÃO DO AO/90 É MANIFESTAMENTE INCONSTITUCIONAL

 

É manifestamente inconstitucional, mas os governantes portugueses estão-se nas tintas para essa inconstitucionalidade…

 

É manifestamente inconstitucional, mas os órgãos de comunicação social, além de não cumprirem a sua missão de informar que o AO/90 é ilegal e inconstitucional, aplicam-no subservientemente…

 

É manifestamente inconstitucional, mas os serviçais do ensino continuam a cometer a ilegalidade de ensinar às crianças o patoá dos ignorantes, enganando-as de um modo inequívoco…  

 

É manifestamente inconstitucional, mas o governo português não está a ser penalizado por não cumprir a Constituição…

 

É manifestamente inconstitucional, mas o presidente da República Portuguesa nem defende, nem cumpre, nem faz cumprir a Constituição…

 

É manifestamente inconstitucional, por isso, milhões de falantes e escreventes da Língua Portuguesa exigem a revogação urgente do AO/90, a maior fraude linguística e ortográfica da História da Língua Portuguesa.

 

12718362_786775074757496_3093667064326828764_n JUR

 

Fontes:

https://www.facebook.com/TradutoresContraAO90/photos/a.645080985593573.1073741828.199515723483437/786775074757496/?type=3&theater

https://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/o-acordo-ortografico-de-1990-nao-esta-em-vigor-1722769?page=-1

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:31

link do post | comentar | adicionar aos favoritos
| partilhar
Quarta-feira, 25 de Novembro de 2015

SENHORES GOVERNANTES: E SE EM VEZ DE ACABAREM COM OS EXAMES ACABASSEM COM O AO/1990?

 

Não seria mais inteligente da vossa parte?

 (ATENÇÃO! Os exames a que me refiro são os exames dos alunos...)

11350677_1057840447563380_5019964990559026713_n[2]

 

Não traria mais benefícios aos nossos alunos?

 

O que pretendem para as crianças portuguesas?

 

Transformá-las em analfabetinhas?

 

O que está a passar-se em Portugal é, de acordo com as palavras de um mestre (com as quais concordo plenamente), o resultado de anos e anos de destruição do ensino no nosso País. A partir do momento em que os sucessivos governos (de esquerda e de direita) transformaram a educação num negócio, a tendência é surgirem cada vez mais indivíduos analfabetos. Quando se substitui a exigência pelo facilitismo dá nisto. Hoje os alunos entram nas universidades sem saber escrever, e saem de lá da mesma forma. Como se sabe, as Universidades Privadas são instituições que vendem diplomas. Um aluno que é fraco e não tem média entra na privada.

 

São décadas de desinvestimento na Língua Portuguesa, no Ensino em geral e nas escolas. E agora esta imposição ILEGAL de um Acordo ortográfico que ninguém quer a não ser os interesseiros editores...

 

E, como recorda e muito bem uma outra docente, como se já não bastasse o analfabetismo que grassa nas escolas e até nas Universidades, vão, e pelo que dizem, a pedido dos professores, acabar com os exames do 2º e 3º ciclo. No meu tempo tínhamos muito mais matérias e fazíamos exames na 4ª classe, no 2º ano do ciclo e não ficámos traumatizados por isso. Como se vê a culpa não é só dos maus ministros, há culpa de muita gente, e as novas gerações é que pagam.

 

Senhores governantes, mude-se o Governo, mas mude-se também a POLÍTICA DO ENSINO e da CULTURA, para que Portugal possa evoluir como um País  com gente culta dentro...

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:18

link do post | comentar | adicionar aos favoritos
| partilhar
Terça-feira, 17 de Novembro de 2015

UMA PEROLAZINHA DE PORTUGUÊS QUE ENCONTREI ONTEM NO FACEBOOK

 

CASAMENTO.png

(Origem da imagem: Internet)

 

Nem mais nem menos a seguinte legenda na fotografia de casamento de uma senhora que não vou identificar por motivos óbvios:

 

«JÁ LAVAM 19 ANOS A ATURAR TE» - assim, tal e qual.

 

Esta senhora não pertence à geração acordista.

 

Também não é da minha geração.

 

Nem da geração dos nossos pais e avós…

 

Conclusão: levando em conta que “lavou” durante 19 anos um casamento, com mais uns 25, idade com que começaria essa “lavagem” temos uma senhora da geração pós 25 de Abril.

 

Não me surpreende que “lavasse” os 19 anos de casamento.

 

Porque logo após o 25 de Abril (e digo isto com conhecimento de causa porque era professora na época, e sem a mínima saudade do dia 24) o que fizeram com o ENSINO da Língua Portuguesa, e aliás com o ensino em geral?

 

Reduziram-no ao simplex, porque decretaram que a partir dessa data, as crianças e os jovens portugueses seriam mais estúpidos do que todos os que nasceram anteriormente, e precisavam de que se lhes facilitasse a aprendizagem, porque a política era e continuou a ser: quando mais inculto for um povo, mais submisso será…

 

Até que alguém se lembrou de compactuar com o famigerado Acordo Ortográfico de 1990, que nasceu de algo parecido ocorrido no Brasil, para diminuir a taxa de analfabetismo que, naquele país, era elevadíssima, e para tal decidiram estropiar a Língua Europeia e Culta que herdaram dos ex- colonizadores Portugueses.

 

Agora, porque valores económicos mais altos se levantaram, querem porque querem impingir-nos essa língua estropiada.

 

Só que a Língua Portuguesa é de Portugal.

 

E a Língua Brasileira é do Brasil.

 

E que cada País fique com a sua.

 

Porque “lavar” um casamento de 19 anos… é algo que não se faz em público…

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:09

link do post | comentar | ver comentários (8) | adicionar aos favoritos
| partilhar

.mais sobre mim

.pesquisar neste blog

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. APENAS AS GRANDES MENTES ...

. A INCOERÊNCIA DE UM GOVER...

. SE A IGNORÂNCIA PAGASSE ...

. "PORTUGUESE (AFRICA)"????...

. O QUE OS BRASILEIROS INCU...

. O AO/90 NÃO ESTÁ EM VIGOR...

. TORNAMOS A REPETIR: O ACO...

. EM PORTUGAL, A IMPOSIÇÃO ...

. SENHORES GOVERNANTES: E S...

. UMA PEROLAZINHA DE PORTUG...

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

.ACORDO ORTOGRÁFICO

EM DEFESA DA LÍNGUA PORTUGUESA, A AUTORA DESTE BLOGUE NÃO ADOPTA O “ACORDO ORTOGRÁFICO” DE 1990, DEVIDO A ESTE SER INCONSTITUCIONAL, LINGUISTICAMENTE INCONSISTENTE, ESTRUTURALMENTE INCONGRUENTE, PARA ALÉM DE, COMPROVADAMENTE, SER CAUSA DE UMA CRESCENTE E PERNICIOSA ILITERACIA EM PUBLICAÇÕES OFICIAIS E PRIVADAS, NAS ESCOLAS, NOS ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, NA POPULAÇÃO EM GERAL E ESTAR A CRIAR UMA GERAÇÃO DE ANALFABETOS.

.BLOGUES

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/

.CONTACTO

isabelferreira@net.sapo.pt

. AO/90 É INCONSTITUCIONAL

O Acordo Ortográfico 1990 não tem validade internacional. A assinatura (em 1990) do texto original tem repercussões jurídicas: fixa o texto (e os modos como os signatários se vinculam), isto segundo o artº 10º da Convenção de Viena do Direito dos Tratados. Por isso, não podia ser modificado de modo a entrar em vigor com a ratificação de apenas 3... sem que essa alteração não fosse ratificada por unanimidade! Ainda há meses Angola e Moçambique invocaram OFICIALMENTE a não vigência do acordo numa reunião OFICIAL e os representantes OFICIAIS do Brasil e do capataz dos brasileiros, Portugal, meteram a viola no saco. Ora, para um acordo internacional entrar em vigor em Portugal, à luz do artº 8º da Constituição Portuguesa, é preciso que esteja em vigor na ordem jurídica internacional. E este não está!
blogs SAPO