Sexta-feira, 12 de Novembro de 2021

A notícia «Há crianças portuguesas que só falam 'brasileiro'» gerou comentários que dizem de uma exacerbada e incompreensível LUSOFOBIA e da ignorância optativa

 

Isto é um fenómeno que está amplamente disseminado na Internet, Google, YouTube, onde quer que haja algo sobre Portugal, os Portugueses, a Língua Portuguesa ou a História que liga (melhor dizer desliga) os dois países, que, infelizmente, já foram mais irmãos do que são hoje, a partir do momento em que esquerdistas ignorantes brasileiros decidiram mudar o rumo da História e da Língua, no Brasil, com base em premissas absurdas, e começaram a fazer lavagem cerebral aos alunos (e isto já vem do meu tempo de estudante no Brasil) com as mais repelentes mentiras, e a formatá-los para que andem por aí a exibir uma descomunal ignorância, que só desprestigia o Brasil e o seu Povo. E não vejo os brasileiros cultos (suponho que os haja, embora sejam uma minoria) a rebater essas ignorâncias, até porque só lhes ficava bem e estariam a contribuir positivamente para uma imagem mais elegante do Brasil.

 

Ora, quando se trata de defender a HONRA de Portugal, da sua Cultura, da sua História, da sua Língua, venho a público com paus e pedras, e isto significa que dou trela a esses brasileiros incultos para que possam fazer BRILHAR a sua ignorância (e como brilha!) para que o mundo saiba porque que é que o Brasil ainda NÃO conseguiu transformar-se nos Estados Unidos da América do Sul, desde que ficou independente, em 1822. É que eles (os esquerdistas ignorantes brasileiros) culpam os Portugueses por os Brasileiros não terem capacidade para construir um grande país.   


A LUSOFOBIA, essa visceral antipatia ou aversão pelos Portugueses ou pelas coisas de Portugal, bem patentes nos comentários que captei para memória futura (capto-os em toda a Internet, e a lengalenga é igual em todos, o que prova a lavagem cerebral que lhes fazem, e desconfio que até sejam pagos para tal) é um desafecto EXCLUSIVAMENTE brasileiro. Nenhum outro povo diz tantos disparates acerca de Portugal, como os brasileiros portadores de mentes formatadas.

 

Leiam os comentários ao texto «Há crianças portuguesas que só falam 'brasileiro'», publicado no Diário de Notícias, o qual pode ser consultado neste link:  

https://www.dn.pt/sociedade/ha-criancas-portuguesas-que-so-falam-brasileiro-14292845.html?comment_id=5189222177761317&reply_comment_id=5189269007756634&fbclid=IwAR3fPFKvMNJfbn3Mn2BLBFcP9zKrozW4M3tbLmnpGUc6bKrF4zRU7xwBj9k

 

Deixo-vos com estas duas amostrinhas de comentários, mas há mais, pelo menos uns 162 até há pouco. Porque faço isto? Porque é preciso que Portugal ACORDE!!!!!! Porque é preciso que os brasileiros não andem por aí a envergonhar o Brasil.

 

 Isabel A. Ferreira

 

DN 1.png

DN 2.png

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:26

link do post | comentar | adicionar aos favoritos
partilhar
comentários:
De Joana a 15 de Novembro de 2021 às 14:05
Boa Tarde Dona Isabel
Infelizmente, não estou surpreendida, pois já vi muitos comentários assim. Não percebo porque os brasileiros não declaram a língua que fala como uma nova língua, a língua brasileira. Quanto à notícia, acho preocupante. Eu quando era criança tinha menos conteúdo no nosso português, os filmes da Disney e as cassetes VHS que via eram dobradas no dialecto Brasileiro e cheguei a ver algumas novelas brasileiros. Contudo, nunca falei com sotaque nem vocabulário brasileiro. O YouTuber brasileiro reagiu a esta notícia e diz que vai ser feita uma dobragem para português de Portugal do trabalho dele. E os brasileiros ainda acham que falamos a mesma língua? Deviam seguir o exemplo do povo Cabo-verdiano.

https://www.google.com/amp/s/www.jn.pt/artes/amp/luccas-neto-vai-dobrar-episodios-para-portugues-de-portugal-14313137.html
De Isabel A. Ferreira a 15 de Novembro de 2021 às 19:07
Obrigada, Joana, pelo seu precioso testemunho.
O seu link está errado.
Vou deixar aqui o correCto:

https://www.jn.pt/artes/luccas-neto-vai-dobrar-episodios-para-portugues-de-portugal-14313137.html
De Carlos Gonçalo a 16 de Novembro de 2021 às 00:06
Boa noite sra Isabel. Eu ao ler os comentários de alguns brasileiros, fico doente.. Eles dizem sempre o mesmo, é o ouro, que invadimos o Brasil (e também não foi descobrimento, foi achamento), que matámos, esfolámos, etc, enfim, e em relação à língua portuguesa, têm uma lata, um desrespeito, um ódio a todos nós portugueses e a tudo o que é lusitano. Acusam-nos de sermos xenófobos,.. Mas é precisamente o contrário. Enfim a ignorância... "ABUNDA" 🤔 nos brasileiros. É pena não haver mais mulheres como você, ou gente mais capaz de defender aquilo que nasceu aqui em Portugal e daqui partiu para o resto do mundo há mais de 5 séculos..
O que é facto também, é os brasileiros terem um ódio visceral por Portugal, mas o que é certo é que cada vez mais este "cantinho do céu" está cheio de brasileiros e cada vez virão mais, mesmo com esse ódio todo, aproveitam para ter acesso à cidadania portuguesa, logo europeia, e já vi tanta coisa no YouTube de brasileiros que vieram para cá, e põem-se a "vender" Portugal com a maior das latas e desrespeito por nós e por este país. Até já deixei de ver certos vídeos, porque não consigo perceber como é que as nossas autoridades não vêem esta pouca vergonha, que não vê só quem não quer. Peço desculpa pela extensão do meu comentário ou de algum erro ortográfico... Não desista por favor de defender a nossa língua portuguesa.
De Isabel A. Ferreira a 16 de Novembro de 2021 às 18:43
Boa tarde, Carlos Gonçalves,

Pois a sua doença é também a minha doença.
Fizeram-lhes uma lavagem cerebral, enfiaram-lhes uma cassete na boca e por onde passam, deixam as mesmas palavras, a mesma ignorância, a mesma estupidez, a mesma lusofobia, que só fica mal ao Brasil e ao Povo Brasileiro, que não se revê nestas criaturas.

E o povo português, manso e tanso, aceita isto sem dizer nada.

Eu nunca me calei diante das ignomínias, venham elas de onde vierem e de quem vierem. Já desde o meu tempo do Brasil, nunca me calei diante da lusofobia de que era alvo.
Mas lá encontrei muito boa gente também, e 90% da minha família é brasileira, já na terceira geração, e tirando esses marxistas ignorantes, que não sabem o que fazem nem o que dizem, o Brasil está no meu coração.

E claro jamais deixarei de defender o que é NOSSO.
De Rui Alves a 18 de Novembro de 2021 às 03:24
O facto é ainda pior por haver um movimento para sacar o português como língua oficial do Brasil e oficializarem a língua ellene
De Isabel A. Ferreira a 18 de Novembro de 2021 às 15:12
Nem mais, Rui Alves.
E para quem não sabe o que é a Língua Ellene, vou deixar aqui um link, onde se fala desse projecto:

http://www.allanism.com/2020/09/projeto-vamos-tornar-o-ellene-lingua.html
De Diana Coelho a 19 de Novembro de 2021 às 12:55
Infelizmente é o que temos. Fico triste com esses comentários mas todo esse ódio não é de agora. Eu lembro-me quando era miúda de os brasileiros serem muito acarinhados em Portugal por causa das telenovelas e nunca aceitei o facto de eles serem tão desagradáveis connosco. Por causa da História? Então isso dá o direito de todas as nações se odiarem umas às outras porque todas tem um passado histórico de guerras e conquistas de territórios. Quem se lembra das telenovelas brasileiras onde as personagens portuguesas eram ridicularizadas? "O Quinto dos Infernos" é uma comédia mas só o rei D. Pedro não foi alvo de troça, ao contrário da restante família real portuguesa.
De Isabel A. Ferreira a 19 de Novembro de 2021 às 18:45
Eu também fico triste, Diana Coelho. Esta gente que assim comenta é uma pobre coitada, pau-mandado, que tem a função de andar por aí a desbobinar a tal cassete marxista.
Os Brasileiros sempre foram acarinhados em Portugal. No Brasil, os Portugueses, nem por isso. Eram acarinhados pelo POVO. Os "intelectuais" da sargeta odiavam-nos.
Culpavam-nos da História mal contada, truncada, vilipendiada, que se ministrava nas escolas. E que eu também OUVI, mas não aprendi, porque da NOSSA História sabia eu.
Realmente nos filmes e nas novelas onde entram portugueses tratam-nos abaixo de cão. Mas há, em Portugal, quem se vergue a esse aviltamento, e lhe faça vénias, ainda que leve patadas, como Marcelo Rebelo de Sousa levou, nesta sua última visita ao Brasil.
E tudo isto é triste. E tudo isto era escusado, se a ignorância não falasse tão alto.
De Hamurab Albuquerque a 14 de Julho de 2022 às 02:10
Amados lusitanos, sou brasileiro, entendo a vossa dor com os comentários dos brasileiros, mas na verdade que foi uma resposta magoada a matéria e a cólera de certos lusitanos. Um dia falaremos espanhol no Brasil, fica tranquila! Existe até projeto de lei para isso, só que existe resistência no país, a elite intelectual faz questão que o idioma oficial do Brasil seja a língua portuguesa. No entanto o Brasil é um país que tem a presença hispânica e italiana na sua formação também, acredito que para nosso ambiente de negócios e relações com nossos vizinhos o espanhol é mais útil que o português. Contudo, considero a língua portuguesa muito linda, tanto a maneira que falam os lusitanos como nas diversas regiões brasileiras. Vocês têm razão em querem que seus filhos usem as locuções e a prosódia da nossa língua a maneira regional de vocês, isso se forma na infância, mas mesmo assim um falante português consegue entender as funções do idioma mesmo com suas inúmeras metamorfoses locais. O Brasil tem conteúdo de qualidade e conteúdos ruins na internet, igual os produtores dos EUA. Eu consigo falar igual a vocês, já fiz o papel na escola do Conde Valadares e falava tal qual um lusitano. No Brasil realmente existe um rancor de medidas do governo português colonial contra o Brasil, mas os brasileiros também são filhos de Portugal, no Brasil existem clubes de futebol em homenagem a Portugal tem o Vasco da Gama, a Portuguesa, nomes de ruas com nomes de portugueses que se destacaram e até governaram partes do Brasil, e nossa legislação determina que a língua oficial do Brasil é o Português, pois o Brasil sofre vários assédios de outros povos, mas a nossa elite literária sempre fez questão de proteger a língua portuguesa, além dela ser obrigatória em todos os atos públicos do Estado. Apesar de termos contenda no aspecto político, na parte do idioma, literatura, etc, os autores portugueses são cobrados nas boas escolas como Almeida Garrett, Eça de Queiroz, Gil Vicente e outros. Recomendo que veja as palestras do escritor Ariano Suassuna sobre este tema. Abaixo deixo um link de trecho da Novela Xica da Silva em que aparece os atores brasileiros interpretando um português e um brasileiro na época colonial. Um forte abraço.

https://www.youtube.com/watch?v=IkZ0FQFRnWQ
De Isabel A. Ferreira a 4 de Agosto de 2022 às 18:45
Hamurab Albuquerque, começo por justificar a demora da publicação do seu comentário, que agradeço, por ter estado em tempo de férias.

Quanto ao conteúdo do seu comentário, começo por dizer-lhe que lamento muito a “fobia” brasileira contra os Portugueses, algo que NÃO se passa com mais nenhuma ex-colónia portuguesa.

Quem NÃO aceita o seu passado, tal como ele se passou, como o Brasil NÃO aceitou, jamais poderá ter um futuro.

O Brasil é independente desde 1822, e poderia ter escolhido o Idioma que mais lhe conviesse, um dos Idiomas Indígenas, ou o Castelhano, ou o Italiano (afinal o Brasil é influenciado por essas culturas, que são mais aceites do que a Cultura Portuguesa, do colonizador que NUNCA aceitaram, apesar de NÃO poderem mudar a História) e não o fizeram porquê? Por incapacidade ou por vingança? Destruíram a Língua Portuguesa, afastando-a das suas origens, com que intenção, se nenhuma outra ex-colónia portuguesa o fez?

Querem que os Portugueses aceitem a sua própria Língua mutilada e modificada por uma ex-colónia, e atire ao lixo a Língua Portuguesa, que é a NOSSA?

Não. Jamais aceitaremos tal troca.

Qualquer Língua é mais útil para o Brasil do que o Português, que já nem sequer é Português.

O Brasil é um grande País, com uma cultura própria, muito rica, e com um idioma próprio, também muito enriquecido pelos falares indígenas e africanos e de muitos outros povos que aí se fixaram.

Não estaria na hora de seguirem o vosso rumo, descolonizando-se efectivamente, adoptando a Língua Brasileira, Variante do Português, e transformarem o Brasil nos Estados Unidos da América do Sul, sem andarem a arrastar atrás de si o ex-colonizador português? Vejam o exemplo dos EUA? São os EUA, NÃO por terem sido colonizados por Ingleses, que NÃO foram melhores do que os Portugueses. São-no porque NÃO andaram a arrastar o ex-colonizador atrás deles, por isso conseguiram ser LIVRES e GRANDES.

O Brasil, de todas as ex-colónias portuguesas, é a ÚNICA que AINDA NÃO conseguiu libertar-se do ex-colonizador.

Não estaria na hora de cortar este cordão umbilical, que NÃO vos deixa ser verdadeiramente livres?

Talvez as relações luso-brasileiras pudessem ser mais amistosas, e Portugal poderia continuar a ser Português, e não um CAPACHO das políticas mal-amanhadas de políticos portugueses e brasileiros, que sofrem de um gigantesco complexo de inferioridade.

A vingança que querem para o colonizador, fará ricochete apenas contra vós, e andareis a marcar passo, como estais a marcar, nos tempos que correm.

Repare, meu caro Hamurab Albuquerque, nesta “batalha campal” SÓ se vê brasileiros e portugueses. Os africanos e os timorenses não entram nesta troca de “galhardetes”. E não será isto um sintoma de que algo vai mal nos “reinos” do Brasil e de Portugal?

Um abraço, também para si. E obrigado pelo link.
De Hamurab Albuquerque a 9 de Agosto de 2022 às 00:18
Data Vênia, querida Isabel, permita-me discordar de vós mais uma vez. Antes de mais nada, será difícil curar as fobias, xenofobias, magoas entre ambas as partes com os patrícios afirmando que os brasileiros não falam português, isso nos ofende e parece que estão nos julgando como aborígines, além de não ser verdade, pois todo lusitano entende perfeitamente um brasileiro, apesar das variações linguísticas, sotaques e vocabulário. Existe problemas de comunicação e informação entre os países lusófonos, que gera certas contendas, mas isso é possível ser solucionado. I. No Brasil a crítica política é sobre o governo português do passado, além dos brasileiros serem lusitanos nascidos da América e/ou mestiço com índios de forma geral. O Rio de Janeiro já foi a capital de Portugal, enquanto Reino Unido com o Brasil.
II. O Brasil aceita o seu passado, quem não aceita o nosso passado em comum, são os portugueses, não esquecendo que os brasileiros também são portugueses de certa forma. Portugal trouxe coisas boas, um grande saber em cultivo de hortifrúti, pelas pesquisas de marinheiros inteligentes, o que possibilita o Brasil ser um dos líderes no Agronegócio Mundial até hoje e também veio com problemas da Europa, mas os portugueses são reparam as partes das críticas. Se você analisar os EUA fazem produções cinematográficas que atacam a imagem dos espanhóis, os rotulando de tudo que não presta, inclusive isso foi tema de uma matéria de La Vanguardian(link no final). II) O Brasil poderia ter adotado outro idioma, o indígena seria difícil, pois o Marques Pombal determinou que no Brasil se falasse apenas português para proteger o território do assédio espanhol na região Sul e combater a influência de palavras indígenas entrando no vocabulário português local. As constituições do Império do Brasil, Estados Unidos do Brasil e finalmente República Federativa do Brasil sempre determinaram que o idioma oficial do Brasil será o português. No Brasil para assumir qualquer cargo importante na administração pública(promotor de justiça, juiz de direito, policial federal, etc) é obrigatório teste de língua portuguesa, o português é importante para o Brasil, só temos remorsos. Eu considero que para fins econômicos o espanhol seria mais interessante por causa dos países vizinhos, que poderia fazer a cultura brasileira influenciar e liderar a América Latina, já o italiano é muito diferente e não tem países que sejam estratégicos para negociar. Os italianos chegaram com grande número no país Pós-Guerra Mundial, numa tentativa de embranquecer o país, na época do governo Vargas, só esqueceram de combinar com os italianos que muito gostavam dos pardos locais, muitos ítalos brasileiros são mestiços. III. Em vários desenhos como Os Simpsons, em promoções de lutas como Dan Handerson vs Michael Bisping, se verifica a antipatia dos americanos com a Coroa Inglesa no quesito marco político, inclusive muito feroz nas declarações. O problema dos brasileiros por vezes menosprezarem Portugal é por querem ser igual aos EUA, imitando eles. Existiu diferenças na colonização inglesa e portuguesa que beneficiaram mais os EUA, no Brasil era proibido a produção de manufaturas, negociar com outros países, etc, mas não gosto de colocar a culpa no povo português, isso me dói no coração, pois os portugueses não são pessoas inferiores a nenhum ser humano no mundo, responsabilizo a monarquia da época que fizeram mazelas que persistem até hoje no país, como o sistema de castas sociais. Além do mais os portugueses que para cá vieram sofreram igualmente todas essas dificuldades vindas da monarquia. O Brasil tem uma crise de identidade nacional por muitos motivos, trouxeram povos já formados de outras nações para embranquecer o país dando o direito de terem propriedade rural, coisa que para mestiços e negros era proibido, o tratamento distinto e especial para germânicos, franceses e italianos geraram um complexo de inferioridade nos luso-brasileiros, e a propaganda por parte do governo anti-Portugal para não voltar a ser administrado por Portugal novamente. Eu amo a língua portuguesa, mais que qualquer riqueza dos EUA possa oferecer. Obrigado! https://www.lavanguardia.com/cultura/20220604/8315837/hollywood-maltrata-espana-contra-cine-imperio.html
De Isabel A. Ferreira a 14 de Agosto de 2022 às 18:33
Permissão concedida, até porque também peço que me permita discordar de si.

Nesta questão da Língua, não existe fobias ou xenofobias por parte dos Portugueses, em relação aos Brasileiros, porque nós estamos apenas a DEFENDER a NOSSA Língua, que foi castelhanizada, italianizada, americanizada, afrancesada, pelos Brasileiros, que MEXERAM na Língua de Portugal, afastando-a das suas origens, MUTILANDO-A, e CONTINUARAM a chamar-lhe Língua Portuguesa. O que pode até configurar um crime de abuso contra o Património Linguístico do País-BERÇO da Língua.

Não digo que o Brasil não tivesse esse direito. Adoptaram a Língua, NÃO conseguiram aprendê-la, elaboraram o Formulário Ortográfico de 1943, RECUSARAM-SE a seguir a grafia proposta pela Convenção Ortográfica Luso-Brasileira de 1945, ASSINADA pela Academia das Ciências de Lisboa e pela Academia de Letras do Brasil, MAS continuaram a chamar Língua portuguesa à Língua ADULTERADA em 1943.

Os Brasileiros criaram uma outra língua, assente na Língua Portuguesa, que já não é mais portuguesa, devido às múltiplas modificações que sofreu, na fonologia, na ortografia, na morfologia, na sintaxe, na semântica e num léxico constituído por vocábulos castelhanizados, italianizados, americanizados, afrancesados, africanos e indígenas, etc., que a transformaram numa outra Língua. Por isso, NÃO têm o direito de lhe chamaram mais Língua Portuguesa.

Os Portugueses ainda vão entendendo os Brasileiros. Os Brasileiros é que não entendem os Portugueses, porque dobram as novelas portuguesas que passam aí no Brasil.
Não é verdade que os portugueses entendem TOTALMENTE o que os Brasileiros falam. Determinados vocábulos não são entendidos em Portugal, por quem NÃO estudou no Brasil. Eu conheço o léxico brasileiro, porque estudei no Brasil. Sei o que é um trem, uma geladeira, um banheiro, enfim, teria de ter um enoooorme espaço para mencionar tudo.

Os Brasileiros não são lusitanos nascidos na América, nem são portugueses, de certa forma. Os Brasileiros são uma mescla de povos (italianos, alemães, japoneses, russos, gregos, indígenas, africanos etc….) onde também existem descendentes de Portugueses, os únicos que não são lusófobos.

Os Brasileiros poderiam pensar MENOS no governo português do passado, que já passou, e focarem-se no presente, para construírem um futuro que NÃO repetisse os erros que, eventualmente, os Portugueses, do PASSADO, pudessem ter cometido.

A colonização portuguesa, entre todas as colonizações foi a que mais deixou obra e menos estragos. NÃO se entende essa obsessão, quase doentia, de estar sempre a trazer o passado para o presente, e a deformar o que Portugal deixou de BOM no Brasil. Que proveito isto tem para os Brasileiros?

E de onde foi tirar a ideia de que os Brasileiros ACEITAM o seu passado, se estão SEMPRE a julgá-lo, a criticá-lo, a inventar MENTIRAS? E que os Portugueses é que NÃO o aceitam? De onde foi tirar tamanha estapafurdice?

O Marquês de Pombal determinou que no Brasil se falasse Português, porque o Brasil era território português. PORÉM, quando o Brasil deixou de estar sob o jugo português, poderiam ter adoptado outra Língua, porque já NÃO tinham de obedecer a Portugal. E o que fizeram? Em vez de se verem livres do Português, simplesmente o ADULTERARAM e continuaram a chamar-lhe Português. Com que má intenção?

A Constituição do Brasil diz que a Língua é Portuguesa, apenas por INTERESSES POLÍTICOS. O vosso estudo da História está bastante TRUNCADO. Não corresponde aos FACTOS, e já é tempo de resolverem isso.

No Brasil NINGUÉM ama a Língua Portuguesa. Se a amassem, não a teriam DETURPADO.

Deixem Portugal e a Língua de Portugal em paz, para que os dois países possam coabitar pacificamente.
É só isso que queremos.
De João Felgar a 30 de Agosto de 2022 às 22:27
O Brasil é independente desde 1822, tem provas dessa afirmação, tão categórica ?

Eu vou deixar aqui um registo de 1867, e como também, posso provar que o Sr. Pedro II paga imposto à Fazenda do Reino de Portugal e outras situações como o Brasil em 1836 perdeu o título de Reino e passou a Província de Portugal.

Acho que as pessoas, falam de cor e atiram postas para o ar.

pagina 217.

IMPERIO. -- Eu 10 DE JILIO DE 1867 do Director do Archivo Publico.-Remette a Bulla, que se transcreve, do Papa Bento XIV de 7 das Kalendas de Maio de 1746, sobre alterações nos limites das Dioceses do Brasil.

6. Secção. Rio de Janeiro. Ministerio dos Negocios do Imperio em 10 de Julho de 1867.

Remetto a V.S., para ser guardada no Archivo Publico, a inclusa Bulla do Santissimo Padre Bento XIV, datada de 7 das Kalendas de Maio de 1746, sobre alterações nos limites das Dioceses no Brasil.

Deus Guarde a V. S.- José Joaquim Formales Torres. Sr. Director do Archivo Publico.

Balla do Papa Bento XIV, de 25 de Abril de 1816, a que se refere este Aviso, remettida ao Ministerio do Imperio pelo Enviado Extraordinario e Ministro Plenipotenciario do Brasil em Lisboa, com officio se 11 de Junho de 1867.

D. Luiz por graça de Deus, Rei de Portugal + dos Algarves, elc. Faço saber que, havendo-me requerido João Pereira de Andrada que no real archivo da Torre do Tombo se lhe passasse por certidão o teor da Bulla do Santissimo Padre Bento XIV, -Significavit nobis nuper-do anno da Encarnação de 1746, a 7 das Kalendas de Maio (25 de Abril) sexto do Pontificado do mencionado Santissimo Padre, pela qual foi concedido a El-Rei o Sr. Dom João V, e a seus successores, faculdade para determinar os novos limites das parochias do arcebispado da Bahia, bispados e prelazias da America; e obtendo despacho do Guarda-mór do dito archivo na data do dia 27 do mez de Maio do anno de 1867, em seu cumprimento se buscarão os massos respectivos, e no masso 55 de Bullas, n.° 3, foi achada a dita Bulla, do teor seguinte:

Benedictus, Episcopus, Servus, Servorum Dei.Ad perpetuam rei memoriam. - Significavit nobis nuper per suas litteras, charissimus in Christo Filius noster, Joannes hoc nomine , Portugalia et

DRCISÕES DE 1867.

O Brasil sempre fez parte de Portugal, ficou independente em 1889

João Felgar
De Isabel A. Ferreira a 31 de Agosto de 2022 às 15:28
Primeiro, gostaria de saber quem é o senhor João Felgar.

Segundo: do que aqui o senhor João Felgar pretendeu registar só diz de que NÃO estudou a História do Brasil por livros de História, assentes em factos históricos e documentos históricos.

O que o senhor João Felgar aqui apresentou não leva à conclusão de que o Brasil sempre fez parte de Portugal e ficou independente em 1889. Onde foi buscar tal feito?
Penso que deve rever as suas fontes e não ir atrás de historietas, que nada têm a ver com HISTÓRIA.

No dia 07 de Setembro de 1822, o Príncipe Dom Pedro proclama a independência do Brasil, nas margens do Rio Ipiranga, e separa-se de Portugal. A independência do Brasil viria a ser reconhecida por Portugal em 1825. Ponto final.

E esta é que é a HISTÓRIA, que o senhor João Felgar, por motivos que desconheço, pretende negar. Poderia deixar aqui Bibliografia fidedigna e suficiente para provar os FACTOS HISTÓRICOS. Mas seria perder o meu tempo. Recomendo que vá a uma BOA Biblioteca, e procure as obras de historiadores SÉRIOS, que falam da verdadeira História do Brasil, se é que está interessado em conhecer, a fundo, os FACTOS.

E já agora: quem é o Sr. Pedro II

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar neste blog

 

.Novembro 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30

.posts recentes

. Um texto que nos elucida ...

. «Em Defesa da Ortografia ...

. Quiseram celebrar o cente...

. «Antes que me esqueça: O ...

. «Em Defesa da Ortografia ...

. Sejamos francos: grafar “...

. Professores em greve? Só ...

. «O Português é língua est...

. Ontem, numa entrevista co...

. AO90 ou a História Trági...

.arquivos

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

.Acordo Ortográfico

A autora deste Blogue não adopta o “Acordo Ortográfico de 1990”, por recusar ser cúmplice de uma fraude comprovada.

. «Português de Facto» - Facebook

Uma página onde podem encontrar sugestões de livros em Português correCto, permanentemente aCtualizada. https://www.facebook.com/portuguesdefacto

.Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt

. Comentários

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.

.Os textos assinados por Isabel A. Ferreira, autora deste Blogue, têm ©.

Agradeço a todos os que difundem os meus artigos que indiquem a fonte e os links dos mesmos.
blogs SAPO