Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017

AO CUIDADO DO PRIMEIRO-MINISTRO DE PORTUGAL A QUEM CABE DEFENDER O PATRIMÓNIO PORTUGUÊS

 

«Palavras do músico Pedro Barroso:

 

«Sou assumidamente um fora-da-lei, passei a ser um autor clandestino. Sou também um analfabeto porque me recuso a cumprir um acordo ortográfico imbecil que assassinou o meu português. Sinto-me chocado e de luto pela língua portuguesa, mas comigo sei que tenho milhões que também não compreendem aquilo que aconteceu. Nenhuma língua pode ser alterada e imposta por decreto, cerceando a nossa liberdade e inteligência.»

 

Muito bem, Pedro Barroso. Não esperava outra atitude da sua parte, senão esta. Muito obrigada.

 

Espero poder agradecer também a sua Excelência, António Costa, primeiro-ministro português, o favor de devolver a Portugal, a Língua Portuguesa, o nosso património maior. Só lhe ficava bem, e subia na consideração dos Portugueses e da crítica internacional.

 

 

Vídeo retirado daqui: https://www.youtube.com/watch?v=zRCovh0mNww

Assine a petição-manifesto: http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=acordoortografico90

Subscreva a iniciativa de referendo: https://referendoao90.wordpress.com/documentos-para-recolh…/

Fonte: https://www.facebook.com/TradutoresContraAO90/videos/1357451324356532/?hc_ref=ARSwFcRDoGgokK0PyqUOL6q7T5nYgsUXW_oTVGQwa6_NyHcT6P-HO4BByGthQ-fu2ZY&fref=gs&dti=531497413620386&hc_location=group

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:04

link do post | comentar | adicionar aos favoritos
partilhar

.mais sobre mim

.pesquisar neste blog

 

.Setembro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
15
18
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. O AO90 é a cartilha dos ...

. «Enquanto presidente da A...

. Marcelo Rebelo de Sousa, ...

. A mais válida queixa, sob...

. O "aborto ortográfico" qu...

. Ouçam e pasmem! Querem qu...

. É preciso responsabilizar...

. «Não haverá, no plano pol...

. Crime de lesa-cultura ou ...

. Este é o tal “português d...

.arquivos

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

.Acordo Ortográfico

A autora deste Blogue não adopta o “Acordo Ortográfico de 1990”, por recusar ser cúmplice de uma fraude comprovada.

. «Português de Facto» - Facebook

Uma página onde podem encontrar sugestões de livros em Português correCto, permanentemente aCtualizada. a href="https://www.facebook.com/portuguesdefacto/" target="_blank">https://www.facebook.com/portuguesdefacto/

.Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt

. AO/90 é uma fraude, ilegal e inconstitucional

O Acordo Ortográfico 1990 não tem validade internacional. A assinatura (em 1990) do texto original tem repercussões jurídicas: fixa o texto (e os modos como os signatários se vinculam), isto segundo o artº 10º da Convenção de Viena do Direito dos Tratados. Por isso, não podia ser modificado de modo a entrar em vigor com a ratificação de apenas 3... sem que essa alteração não fosse ratificada por unanimidade! Ainda há meses Angola e Moçambique invocaram oficialmente a não vigência do acordo numa reunião oficial e os representantes oficiais do Brasil e do capataz dos brasileiros, Portugal, meteram a viola no saco. Ora, para um acordo internacional entrar em vigor em Portugal, à luz do artº 8º da Constituição Portuguesa, é preciso que esteja em vigor na ordem jurídica internacional. E este não está!
blogs SAPO