comentários:
De Octávio dos Santos a 8 de Maio de 2024 às 13:30
Luís Montenegro é mais um a acrescentar numa (já longa) lista dos que, neste âmbito, se acobardaram. Que decepção, que desperdício.
De Isabel A. Ferreira a 8 de Maio de 2024 às 14:45
Caro Octávio, na minha óptica, nunca tivemos governantes tão subservientes e tão cobardes como os da geração pós-25 de Abril. O que é que falhou no Estado Democrático?
De Octávio dos Santos a 8 de Maio de 2024 às 22:45
A falha está na vergonha pela História do país, pelo passado, que muitos dos governantes pós-25 de Abril sentiam e ainda sentem. Daí a descolonização apressada e desastrosa, o AO90 e agora a ideia absurda de «reparações».
De Isabel A. Ferreira a 9 de Maio de 2024 às 15:38
Parece que se abriu a porta de um manicómio e deixaram sair todos os doidos que lá existiam. E como não tinham para onde ir, foram para a política, com pê minúsculo. Porque a Política, com P maiúsculo é uma Arte desconhecida dos que estão empoleirados no Poder.
Portugal já foi um País.
Hoje, é um pedaço de terra, sem eira nem beira, sem rumo, sem rei, nem roque.

Comentar post