Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

Como poderá Marcelo Rebelo de Sousa ter tempo para dedicar às fraudes da Língua Portuguesa, com tantas “influencers” à sua volta a quererem tirar “selfies”?

 

Este é o prenúncio de um Portugal em franca decadência, nos Valores, na Identidade, na Língua.

 

marcelo-influencers-696x464.jpg

Fonte da Foto:

https://www.delas.pt/marcelo-rebelo-de-sousa-convida-30-influencers-a-belem-e-nao-evita-selfies/atualidade/699450/

 

Nós, que andamos preocupados com o inacreditável rumo decadente que o Estado Português está a dar à Língua Portuguesa; e com o pacto de silêncio que existe à volta desta tragédia linguística, que se abateu sobre Portugal; e estamos perplexos com a impassibilidade em relação às fraudes que têm sido denunciadas, envolvendo o AO90 e governantes portugueses, agora sabemos por que o Chefe de Estado Português, Marcelo Rebelo de Sousa, que mete o bedelho (para usar uma expressão bem portuguesa, e lembrar a todos que temos uma Língua, que é a nossa, e muito rica) em tudo e mais alguma coisa, está-se nas tintas para as fraudes,  para a ilegalidade e  inconstitucionalidade da aplicação do AO90 em Portugal, e para que Portugal caia no abismo e no descrédito, porque, para ele, é muito mais importante para o país tirar selfies com o rosto coladinho aos rostos de jovens mulheres, que,  essas sim, podem pôr Portugal no topo dos países mais inverosímeis do mundo.

 

«Que sinal político quer dar o Presidente da República quando convida para o Palácio de Belém cerca de 40 influencers das redes sociais e o que dali sai são dezenas de selfies e fotografias, praticamente todas com Marcelo Rebelo de Sousa abraçado a mulheres bonitas, que se multiplicam em milhares de gostos, sobretudo no Instagram?»  (Leonete Botelho in Jornal Público)

 

Muito nos conta, senhor Presidente da República Portuguesa!

 

A História o julgará, mais do que nós, que ansiamos por ver Portugal nas mãos de HOMENS que saibam dignificar os altos cargos da Nação, para os quais foram eleitos.

 

«Lamentável! Sem verdadeiro sentido de Estado, este Presidente mostrou não ser o representante de todos os portugueses. Quantas e quantas pessoas, anónimas, tantas vezes com falta de recursos, dão continuadamente provas de solidariedade para com o seu semelhante, seja por acções de voluntariado, seja pelo abraço amigo a quem está só; e não foram, nem são, "influenciadas" por aquele tipo de gente, na maior parte, vazia. Aquelas (minhas) pessoas foram, por este Presidente, ignoradas. Quero (ainda) acreditar que Portugal não é o que esta abjecta "sessão" no Palácio Presidencial pretende mostrar. Mas poderá ser o prenúncio de perda de Valores.» (Manuel Figueiredo)

 

Este é o prenúncio de um Portugal em franca decadência.

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 12:06

link do post | comentar | adicionar aos favoritos
partilhar

.mais sobre mim

.pesquisar neste blog

 

.Novembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
16
17
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Legendagem nas televisões...

. O que decidirá a Conferên...

. «Escrutínio parlamentar,...

. «Língua Portuguesa aferro...

. «O laxismo nacional – Do ...

. «Iniciativa Legislativa d...

. António Costa diz que que...

. «Ao cuidado de todos os ...

. Os tiranos da Língua Port...

. A propósito das monumenta...

.arquivos

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

.Acordo Ortográfico

A autora deste Blogue não adopta o “Acordo Ortográfico de 1990”, por recusar ser cúmplice de uma fraude comprovada.

.

.Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt

. AO/90 é uma fraude, ilegal e inconstitucional

O Acordo Ortográfico 1990 não tem validade internacional. A assinatura (em 1990) do texto original tem repercussões jurídicas: fixa o texto (e os modos como os signatários se vinculam), isto segundo o artº 10º da Convenção de Viena do Direito dos Tratados. Por isso, não podia ser modificado de modo a entrar em vigor com a ratificação de apenas 3... sem que essa alteração não fosse ratificada por unanimidade! Ainda há meses Angola e Moçambique invocaram oficialmente a não vigência do acordo numa reunião oficial e os representantes oficiais do Brasil e do capataz dos brasileiros, Portugal, meteram a viola no saco. Ora, para um acordo internacional entrar em vigor em Portugal, à luz do artº 8º da Constituição Portuguesa, é preciso que esteja em vigor na ordem jurídica internacional. E este não está!
blogs SAPO