De Sarin a 6 de Outubro de 2019 às 21:02
Não há contradição ao dizer que sempre se defendeu o acordo mas que não se tomaria a iniciativa de o fazer.
Nem há contradição ao dizer que não foi o primeiro nem será o último - afinal, tem saído um acordo a cada 30 anos desde 1911.


O que há é uma muito má explicação para a ratificação deste Acordo. Que recuso profundamente!
De Isabel A. Ferreira a 7 de Outubro de 2019 às 12:13
Sarin, quem diz que defende o acordo, mas não tomaria a iniciativa de o fazer, é NIM, e os NINS são os maiores entraves à evolução de um país, do mundo, da Humanidade.

Dizer que este acordo não foi o primeiro nem será o último realmente não é contradição, mas é de uma leviandade e de uma vontade arrebatadora de transformar a Língua em mercadoria para fazer NEGÓCIOS absolutamente inconcebíveis.

Quando à existência de uma má explicação para a ratificação do acordo, ela está a ser dada neste Blogue, através das denúncias do Conselho Internacional de Oposição ao AO90, que considerei de interesse público divulgar. Por isso pus o Blogue à disposição.

Contudo, ao que parece, ou por uma elevada iliteracia, que não permite ver o alcance destas denúncias, ou qualquer outro motivo, que me passa ao lado, ainda ninguém se apercebeu de que o AO90 é uma fraude, e as fraudes levam-se à justiça, para que os seus protagonistas sejam julgados. E se houver Justiça isenta, em Portugal, este será o desfecho disto tudo.
De Sarin a 7 de Outubro de 2019 às 12:28
São entraves, sim, mas não contradições.
Falava de explicação por parte de quem de direito.
As denúncias tenho acompanhado. E não será, ou não será apenas, a iliteracia a tornar o assunto marginal. Penso que seja mesmo alheamento, desinteresse. A cidadania estagnada e resumida ao voto - nos votantes - e ao resmungo "contra eles".
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.