Terça-feira, 19 de Outubro de 2021

Desde “daqueles e daquelas”, passando por “todos e todas”, até a um sonoro “eu adoro você”, Marcelo Rebelo de Sousa esteve no seu pior, em Português

 

Eu nem sei como hei-de começar a contar isto.  Não é que eu tivesse motivos para me surpreender. Não tinha. Contudo, dada a natureza da cerimónia de homenagem a Aristides de Sousa Mendes, no Panteão Nacional, esperava que ali, diante de uma plateia de notáveis, e sendo a cerimónia algo solene, Marcelo Rebelo de Sousa, representando a República Portuguesa, tivesse o cuidado de discursar num Português escorreito. Mas não foi o caso.

 

Aristides S Mendes.png

A cerimónia desta homenagem, à qual assisti via TV, e cuja notícia pode ser consultada aqui:

https://www.dn.pt/politica/aristides-67-anos-depois-da-morte-a-homenagem-do-estado-portugues-14233904.html

decorreu com a sobriedade esperada. A encerrar, Marcelo discursou. E no meio do discurso, não é que se ouve falar “daqueles e daquelas” e, mais adiante, de “todos e todas”, (**) como se isto fosse linguagem adequada a um presidente da República, que tem o dever de se exprimir na Língua Oficial do País, e não num modismo linguístico, que não passa disso mesmo: um modismo inventado por uma esquerda ignorante, para elevar a mulher ao nível dos homens? Vá lá que quando se dirigiu aos Portugueses, dirigiu-se aos Portugueses (= POVO lusitano, POVO natural de Portugal), e não aos Portugueses e Portuguesas, como por vezes se ouve por aí, o que seria (e é) um grande disparate!

 

Mas o mais pernicioso ainda estava por vir.

 

Fui ouvir as notícias da uma. Ao almoço vejo a SIC. E numa reportagem em que Marcelo visita um sem-abrigo, já seu conhecido, lancha com ele e recebe um molho de couves, na despedida, Marcelo, no estilo brasileiro, algo que não me foi estranho, por não ser a primeira vez que brazucou,  diz, dando-lhe um abraço: «EU ADORO VOCÊ».

 

E andamos nós aqui a tentar que Marcelo Rebelo de Sousa, como presidente da República Portuguesa, e como é do seu DEVER, defenda a LÍNGUA PORTUGUESA.



Para quem não sabe:


(*) Daqueles = contracção da preposição de com o determinante ou pronome demonstrativo aqueles que, por sua vez significa pessoas, e pessoas são pessoas, criaturas humanas dos dois géneros: eles e elas.

(**) Todos = a humanidade; toda a gente. Todos os Portugueses (elas incluído) que constituem o POVO português.

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:49

link do post | comentar | adicionar aos favoritos
partilhar
comentários:
De Ana a 21 de Outubro de 2021 às 10:21
Outro vendido ao Brasil... Acho que o sonho dessa politicagem e mesmo da maior parte do povo portuga ignorante e viralata é que Portugal vire colónia do Brasil. E toda a gente sabe como é tratada uma colónia: com desprezo e exploração! Colonização é ruim em todos os sentidos e querê-la no século XXI e ao mesmo tempo condenar a dos séculos XVI-XX, é só de gente de baixo nível. A colonização das ex-metrópoles por parte das ex-colónias é o sonho de consumo destas que foram instrumentalizadas através de professores adoradores da Maçonaria e seus ideais que foram instituindo nas cabeças das próprias crianças, doutrinando-as a odiar um passado que já acabou há muito tempo. Arregacem mas é as mangas e lutem pelo vosso futuro. Vinganças não nos levam a lado nenhum, muito pelo contrário, são a causa da estagnação e muitas vezes da regressão!
De Isabel A. Ferreira a 21 de Outubro de 2021 às 15:02
Apoiado.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar neste blog

 

.Novembro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
14
15
16
18
20
21
24
25
26
27
29
30

.posts recentes

. «Língua Brasileira e Outr...

. Posso fazer uma perguntin...

. O que aqui se verá é fru...

. Para acabar de vez com a ...

. Em Defesa da Ortografia, ...

. «Língua Cabo-verdiana vai...

. A notícia «Há crianças po...

. A favor da Língua Portugu...

. «Chapéus de jóquei» é um...

. O que é necessário fazer ...

.arquivos

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

.Acordo Ortográfico

A autora deste Blogue não adopta o “Acordo Ortográfico de 1990”, por recusar ser cúmplice de uma fraude comprovada.

. «Português de Facto» - Facebook

Uma página onde podem encontrar sugestões de livros em Português correCto, permanentemente aCtualizada. https://www.facebook.com/portuguesdefacto

.Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt

. Comentários

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.

.Os textos assinados por Isabel A. Ferreira, autora deste Blogue, têm ©.

Agradeço a todos os que difundem os meus artigos que indiquem a fonte e os links dos mesmos.
blogs SAPO