De sc a 1 de Janeiro de 2016 às 19:07
Há ainda uma razão mais a montante: o acordo não tem validade internacional.
A assinatura (em 1990) do texto original tem repercussões jurídicas: fixa o texto (e os modos como os signatários se vinculam), isto segundo o artº 10º da Convenção de Viena do Direito dos Tratados. Por isso, não podia ser modificado de modo a entrar em vigor com a ratificação de apenas 3... sem que essa alteração não fosse ratificada por unanimidade!
Ainda há meses Angola e Moçambique invocaram OFICIALMENTE a não vigência do acordo numa reunião OFICIAL e os representantes OFICIAIS do Brasil e do capataz dos brasileiros, Portugal, meteram a viola no saco.
Ora, para um acordo internacional entrar em vigor em Portugual, à luz do artº 8º da Constituição Portuguesa, é preciso que esteja em vigor na ordem jurídica internacional. E este não está!
De Isabel A. Ferreira a 1 de Janeiro de 2016 às 19:25
OBRIGADA PELA SUA PRECIOSA INTERVENÇÃO.
De sc a 1 de Janeiro de 2016 às 20:22
De nada! É uma burla à lei constitucional e aos princípios elementares da Democracia e do Estado de Direito.
Isto escrevia o actual Provedor da República:
http://www.dn.pt/opiniao/opiniao-dn/convidados/interior/o-chamado-novo-acordo-ortografico-um-descaso-politico-e-juridico-2300823.html

Ainda, para ter o historial das questões: http://www.filologia.org.br/revista/artigo/5%2815%2958-67.html

Também encontra em https://www.facebook.com/photo.php?fbid=854764851305983&set=gm.1004405996271440&type=3&theater
do Vice Presidente do Supremo

O acordês faz parte da fé de uma seita poderosa que infiltrou os partidos. Por isso tem sido como tem sido...
Bom Ano!
De Isabel A. Ferreira a 2 de Janeiro de 2016 às 12:20
Um Bom Ano também para si.
E muito obrigada pelos esclarecimentos.
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.