Sexta-feira, 11 de Março de 2022

«O Acordo Ortográfico torna-nos intelectualmente mais pobres», diz-nos Manuel João Vieira. E eu acrescentaria: e também mais imbecis…

 

Numa entrevista a Jacinto Silva Duro (JSD), no Jornal de Leiria, Manuel João Vieira (MJV), artista plástico, músico, performer, actor e eterno candidato a Presidente da República, respondeu a várias perguntas, entre elas, duas, que aqui destaco, porque sendo este um Blogue de Defesa da Língua Portuguesa e do Ensino de Qualidade (pobre ensino e pobres estudantes, que estão a formar-se para serem os analfabetos funcionais do futuro!) e concordando inteiramente com o que foi dito, achei por bem trazê-las à liça.

 

Mais uma personalidade pública, que vem a público pôr de rastos o AO90, e a miséria franciscana que existe no ensino universitário.  

 

Nós, Portugueses pensantes, sabemos que «uma coisa que não ajuda de todo à qualidade e ao enriquecimento da cabeça das pessoas é o Acordo Ortográfico, que transforma a língua portuguesa num idioma mais pobre e mais absurdo, mais parecido com o newspeak orwelliano. Orwell escreveu um livro chamado 1984 [***] que fala de um país onde se iam retirando fonemas e palavras à língua até ela ficar o mais básica possível, para as pessoas não saberem pensar e terem mentes simples

 

Todos nós sabemos disto, EXCEPTO os nossos (des)governantes, que ao que se vê, pretendem reduzir a geração actual a um nível intelectual, do mais básico que existe, começando pelo ensino do Português.


E o que é que nós podemos fazer?

Podemos fazer ene coisas, começando por, em uníssono, EXIGIR dos governantes, que recebem salários pagos por nós, para nos servir, a nós, e não, aos estrangeiros, a ANULAÇÃO do AO90, já no ano lectivo de 2022/23, e a reposição da LEGALIDADE LINGUÍSTICA.


[***] «1984», de George Orwell, é um livro de leitura obrigatória para TODOS os políticos, governantes, professores, jornalistas, escritores e restantes servilistas, que vêem no AO90 um tipo de linguagem simplex, para servir gente simplex, que não tem a mínima capacidade intelectual para PENSAR um IDIOMA.

Isabel A. Ferreira

 

 

manuel-joao-vieira-devido-a-austeridade-o-ensino-s

Manuel João Vieira

 

As duas últimas perguntas da entrevista:



JSD - É professor na ESAD.CR. Vê vantagens em transformar o Politécnico de Leiria em universidade?


MJV - Sou professor de Desenho. O Politécnico está a trabalhar muito bem nas Artes Plásticas e no Design. Se a transformação em universidade abrir mais possibilidades em termos de investigação e doutoramentos, sou a favor. Mas, diga-se, devido à austeridade, o ensino universitário está sob cerco. Há universidades que têm pouco apoio estatal e que se vêem gregas - lá está - para resolver os seus problemas de financiamento. Dizem que o ensino deve ter apenas aquele tipo de cursos que garantem empregabilidade... Tem de haver cursos desses, mas também tem de haver opções para quem não quer "empregabilidade" e quer ser investigador ou artista. Um país é feito de tudo isso.

 

JSD - É uma formatação através da educação?


MJV - O ensino primário e secundário deveria ser de maior qualidade, como já foram. Por exemplo, uma coisa que não ajuda de todo à qualidade e ao enriquecimento da cabeça das pessoas é o Acordo Ortográfico, que transforma a língua portuguesa num idioma mais pobre e mais absurdo, mais parecido com o newspeak orwelliano. Orwell escreveu um livro chamado 1984 que fala de um país onde se iam retirando fonemas e palavras à língua até ela ficar o mais básica possível, para as pessoas não saberem pensar e terem mentes simples. Vejo, incrédulo, que se passa uma coisa parecida na língua portuguesa em prol de uma Lusofonia de que mais ninguém quer fazer parte. O Português deve evoluir de forma natural e não com um espartilho criado por meia-dúzia de obscurecidos.

 

Toda a entrevista aqui:

 https://www.jornaldeleiria.pt/entrevista/manuel-joao-vieira-os-portugueses-comportam-se-como-se-fossemos-um-circo-de-anoes?fbclid=IwAR2ZhxySrz6kLfIWEvfC3a6Ib109sKquLsUXgpPM0tF9qUf9jDn9xQRM8a0

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:16

link do post | comentar | adicionar aos favoritos
partilhar

.mais sobre mim

.pesquisar neste blog

 

.Agosto 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Até sempre, Jô Soares…

. Em defesa da Ortografia (...

. O «LUSITANO» de Zurique é...

. Pausa para Férias

. Cogitações da “Corujinha”...

. Em defesa da Ortografia (...

. Cogitações da "Corujinha"...

. “A eterna questão ortográ...

. O Grito do Ipiranga da Va...

. A insanidade acordista no...

.arquivos

. Agosto 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

.Acordo Ortográfico

A autora deste Blogue não adopta o “Acordo Ortográfico de 1990”, por recusar ser cúmplice de uma fraude comprovada.

. «Português de Facto» - Facebook

Uma página onde podem encontrar sugestões de livros em Português correCto, permanentemente aCtualizada. https://www.facebook.com/portuguesdefacto

.Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt

. Comentários

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.

.Os textos assinados por Isabel A. Ferreira, autora deste Blogue, têm ©.

Agradeço a todos os que difundem os meus artigos que indiquem a fonte e os links dos mesmos.
blogs SAPO