De João Abreu a 23 de Agosto de 2019 às 17:06
Cara Isabel Ferreira,
notei que optou por não responder aos comentários que fiz às suas dissertações, e que foram enviados em junho. É pena porque eu até estava a apreciar esta discussão intelectual tão profícua. Todavia, estou curioso por saber as razões que a levaram a não publicar os meus comentários. Eram demasiado longos? Não gostou do que leu? Enfim, a Isabel é que sabe, o blogue é seu e pode fazer dele o que quiser. No fundo tem toda a legitimidade tal como aqueles Estados/ instituições que aplicam rigorosamente uma linha de pensamento única, acionando os mecanismos de censura (ou deveria dizer exame prévio?) para silenciar as vozes discordantes. Continue lá a citar os Pachecos Pereiras e as Marias do Carmo que quiser, pois esses velhos do Restelo tal como a Isabel carecem de todo o tipo de argumentos, científicos, intelectuais e legais para sustentar uma discussão séria sobre este assunto. Deixem o futuro da Língua portuguesa para as gerações novas ou então ATUALIZEM-SE, por amor de Deus!
De Isabel A. Ferreira a 23 de Agosto de 2019 às 19:01
João Abreu, recebi SEIS comentários seus, semi-repetidos, enooooormes, e dado o conteúdo deles, eu não quis dizer-lhe em público, o que lhe vou dizer agora, uma vez que insiste, porque o que escreveu naqueles seis comentários é tão idiota, tão idiota, quanto o que escreveu neste seu comentário, ainda por cima cheio de ERROS ORTOGRÁFICOS, uma vez que em PORTUGAL, o AO90 NÃO ESTÁ EM VIGOR, e apenas os ignorantes, os mal informados, os servilistas, os escravos do Poder o aplicam.

O que diz não é argumento RACIONAL para sustentar a idiotice que é o acordo ortográfico de 1990, e nós não estávamos a ter uma “discussão intelectual”, pois para isso era preciso que o meu interlocutor, fosse, de facto, um intelectual, tal como os citados Pachecos Pereiras e as Marias do Carmo, esses sim, grandes intelectuais portugueses (nem ao calcanhar deles o senhor chega)! Uma vez que não é intelectual, (e a prova está à vista), a discussão era algo ESTÉRIL da sua parte, até porque bate na tecla da ignorância, com essa dos “Velhos do Restelo”, que todos nós temos ORGULHO de ser, porque o Velho do Restelo, no poema de Luís de Camões, representa a RACIONALIDADE, a SABEDORIA e a VISÃO DE FUTURO (é preciso saber interpretar os versos escritos pelo nosso POETA MAIOR, e os acordistas, possuídos de uma ILITERACIA DESCOMUNAL, obviamente, não sabem, daí que passem a vida a “defender” o FALSO e FRAUDULENTO ACORDO, a chamar-nos “velhos do Restelo”, mostrando uma DESCOMUNAL IGNORÂNCIA, e a dar-nos a honra da Racionalidade, da Sabedoria, da Visão de Futuro.


Depois, o senhor demonstra sofrer de uma CEGUEIRA MENTAL ACENTUADA, aliás como todos os acordistas e todos os que CEGAMENTE são cúmplices da maior FRAUDE de todos os tempos, uma FRAUDE que constitui um CRIME de traição à Pátria, que NÃO FICARÁ IMPUNE, ao dizer que nós carecemos de todo o tipo de argumentos científicos, intelectuais e legais. Tem andado a fazer o quê? A ver telenovelas brasileiras e futebol? E a ler revistas cor-de-rosa?

De uma voltinha por este BLOGUE e terá centenas de argumentos científicos, intelectuais e legais para FICAR informadíssimo, porque o senhor, bem como os outros acordistas portugueses estão MUITO, MUIIIIIITO MAL INFORMADOS, ou então são parvos ou fazem-se de parvos.

Quanto à sua última frase, tenho a dizer-lhe que JAMAIS deixaremos o futuro da Língua Portuguesa, nas mãos de IGNORANTES. Também NÃO VAMOS DEIXAR que as próximas gerações sejam TÃO IGNORANTES quanto os acordistas, e quem tem de se aCtualizar são vocês que acham (ainda se pensassem!) que o AO90 é coisa da modernidade. O AO90 é um descomunal RETROCESSO, que reduz a Língua a um mero dialecto sul-americano.

As Línguas quanto mais FIXAS, mais CULTAS são, por isso, as Línguas Europeias estão tidas como as Línguas mais cultas do mundo, incluindo a PORTUGUESA, e não vamos ADMITIR que a destruam, por IGNORÂNCIA e INTERESSES OBSCUROS.


E para que não morra desinformado, deixo-lhe aqui este link:
https://olugardalinguaportuguesa.blogs.sapo.pt/ao90-artigo-de-nuno-pacheco-no-jornal-198519?tc=16583170036
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.