Quarta-feira, 15 de Maio de 2019

CARTA ABERTA DE FRANCISCO JOÃO DA SILVA A TODOS OS QUE AMAM E LUTAM PELA LÍNGUA PORTUGUESA

 

ovelha negra 18951082_1856979924329833_50639697814

Enquanto houver ovelhas negras  em Portugal, a Língua Portuguesa estará a salvo...

Origem da foto:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1856979924329833&set=a.561001547261017&type=3&theater#

 

Caros Amigos, Caros Colegas, Caros Companheiros de Luta!  

 

Como coordenador do Movimento em Prol da Língua Portuguesa   (MPLP), tenho o prazer de vos transmitir uma informação,   redigida ontem   rapidamente com a Isabel A. FERREIRA (igualmente   coordenadora do MPLP),   e que   demonstra   que a luta deste Movimento assim como a   de portugueses dignos e verticais,   contra a destruição da MATRIZ da LÍNGUA PORTUGUESA,   compensa     e contribuiu   também   para que a "OMERTA" de uma certa Imprensa Portuguesa, cessasse desde ontem,   dia 13 de Maio de 2019, graças à TVI   (consultar o texto mais abaixo (*)) que deve ser louvada por esta óptima iniciativa.  

 

É de salientar que, embora tenham sido convidados pela TVI, nenhum acordista (defensor do "acordo") se dignou responder ao convite da TVI para que viessem defender os seus  pontos   de vista, os quais como se sabe, apenas contribuem para a destruição da Matriz da Língua Portuguesa.

 

Porquê?   Falta de coragem?   Agora que o vento parece estar a mudar de direcção, será que os "acordistas" têm vergonha de dar a cara?   Estarão eles já a pressentir o princípio do fim do descalabro total da tal "unificação" da Língua Portuguesa nos oito países de Língua Oficial Portuguesa?

 

A nível nacional, desde ontem, dia 13 de Maio, muitas coisas mudaram. E decerto muitas outras vão mudar num futuro próximo, a começar no Congresso Brasileiro ....

 

Para vossa informação, o MPLP, apresentou queixa  contra o Estado Português, por violação da Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural e Imaterial (CSPCI) da UNESCO.

 

A própria Constituição da Nação Portuguesa foi violada grosseiramente, assim como a Convenção de Viena, que rege o Direito Internacional, no que respeita aos Tratados Internacionais. (O "acordo"  ortográfico de 1990 é, na verdade, um Tratado Internacional).

 

Esta  luta foi portanto internacionalizada, pelo MPLP, porque era necessária!

 

Actualmente, o Brasil   dirige-se para a revogação   do "acordo" ortográfico, AO1990 , como já todos o sabem! Portugal, teimosamente só, ou melhor   "orgulhosamente só", vai ser o único país a impor ilegalmente e inconstitucionalmente à população, um novo dialecto cujo nome é "ACORDÊS" ?

 

Quando o Congresso Brasileiro   rasgar e atirar     definitivamente   para o CAIXOTE do LIXO esse FRANKENSTEIN LINGUÍSTICO que é o "acordo" ortográfico,  o Brasil libertará   consequentemente PORTUGAL da ignomínia,  ou seja da destruição  do Património Imaterial de Portugal  (do qual a língua é um elemento / vector essencial)   por uma certa classe   política, que passará   vergonhosamente para a História, como traidores à Pátria de Fernando PESSOA.

 

Chegou a hora   de o Brasil   ajudar  Portugal  a libertar-se destas grilhetas!   Portugal, que deu "Mundos ao Mundo", assim como o seu Povo, já não consegue fazê-lo sozinho.   A   ajuda tem de vir de fora, como aliás o compreendeu o MPLP ao internacionalizar esta luta.

 

BRASIL, ANGOLA e outros Países de Língua Oficial Portuguesa mostram agora o caminho à antiga potência colonial. Devem ajudar-nos agora numa outra luta de libertação! A luta de libertação contra a DITADURA ORTOGRÁFICA, em PORTUGAL.

 

E ao fazê-lo, o Brasil estará igualmente a dar o primeiro passo (que é o mais difícil e importante)   para que   finalmente   proclame   urbi et orbe,   que a derradeira   herança   colonial e linguística chegou ao fim  e que a Língua Oficial da República Federativa do Brasil   será a Língua Brasileira   (sem dúvida alguma oriunda da Matriz da Língua Portuguesa).

 

É a diversidade inguístico-cultural que nos aproxima, e jamais uma unificação, imposta ilegalmente e inconstitucionalmente por políticos sem qualquer legitimidade ou competência para o fazer (não vá o sapateiro além da chinela).

 

ANGOLA, MOÇAMBIQUE, entre outros países de expressão portuguesa, bem o perceberam, pois não ratificaram esse FRANKENSTEIN LINGUÍSTICO que é o  "acordo " ortográfico, o dito AO1990.

 

CABO VERDE declarou oficialmente, creio que em 2017,     o CRIOULO   CABO-VERDIANO, Língua Oficial   de CABO-VERDE , relegando / classificando   o Português   como língua estrangeira! QUE GRANDE BOFETADA ! O DESCALABRO É  TOTAL!   

 

Cordialmente a todos.

Forte abraço.

Francisco João DA SILVA

 

(*)

NOS DEZ ANOS DA APLICAÇÃO (ILEGAL) DO AO90, TVI ABRE A “CAIXA DE PANDORA” E SOLTA A ABERRAÇÃO EM QUE O “ACORDO” ASSENTA

https://olugardalinguaportuguesa.blogs.sapo.pt/nos-dez-anos-da-aplicacao-ilegal-do-184141

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:07

link do post | comentar | adicionar aos favoritos
partilhar
Terça-feira, 8 de Maio de 2018

«QUAL A LÍNGUA OFICIAL DE PORTUGAL?»

 

20% dos norte-americanos diz que é o espanhol.

 

Então não é?

 

Um interessante texto de José Varela Rodrigues, no Jornal Económico, para reflectir algo que julgamos que existe, mas não existe: uma coisa chamada Cultura Geral. Nem em Portugal, nem nos Estados Unidos da América, nem em parte alguma.

 

O vazio cultural é chocante, e em terra de cegos, quem tem um olho é rei.

Obviamente.

 

REI.jpg

 Origem da imagem: Internet

 

«Entre os 4.180 norte-americanos inquiridos pela Jetcost, 49% acredita que África é um país; 39% pensa que o Polo Norte não existe e 9% acredita que a Terra é plana.

 

O site de viagens Jetcost divulgou esta terça-feira o resultado de um estudo realizado junto de mais de quatro mil turistas norte-americanos, em que 20% afirmou que o idioma que se fala em Portugal é o espanhol.

 

Para a Jetcost, “os norte-americanos não são propriamente os mais conhecedores de geografia, turismo e cultura de outros países” e, por isso, foi levado a cabo um inquérito junto de 4.180 turistas norte-americanos com mais de 18 anos e emprego estável, que tenham viajado pelo menos uma vez nos últimos dois anos, a fim de apurar os conhecimentos destes turistas.

 

Antes de responderem às questões da Jetcost, num teste de “verdadeiro ou falso”, a maioria dos inquiridos disse estar “muito seguro dos seus conhecimentos”. O resultado acabou por revelar um quadro de ignorância, no mínimo, assustador.

 

Além de 20% julgar que o espanhol é um idioma e que é a língua oficial de Portugal, 11% dos entrevistados pensa que a Islândia é um “país não habitado devido ao clima muito frio” e 9% pensa que Chipre é a capital do México, ou que a terra é plana.

 

Eis os dez erros mais comuns do turista norte-americano:

 

1) 51% acredita que “Australásia” é outra forma de nomear Austrália;

 

2) 45% acredita que África é um país;

 

3) 39% crê que o Polo Norte não existe;

 

4) 28% pensa que é necessário demora-se 18 horas num voo entre Nova Iorque e Londres;

 

5) 26% acredita que a Escócia está no Equador;

 

6) 21% crê que França faz parte do Reino Unido;

 

7) 20% acredita que a língua oficial de Portugal é o espanhol;

 

8) 17% julga que o Japão está “protegido” pela Grande Muralha do Japão;

 

9) 14% acredita que o arquipélago das Filipinas é um estado chinês;

 

10) 11% crê que a Islândia é um “país não habitado devido ao clima muito frio”.»

 

Fonte:

http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/qual-a-lingua-oficial-de-portugal-20-dos-norte-americanos-diz-que-e-o-espanhol-295100

 

***

Entretanto, num comentário, a este texto, o Bujardas deixou esta piada clássica, que apesar de ser piada, diz umas verdades, muito verdadeiras, e também diz algo mais…

 

«A ONU resolveu fazer uma pesquisa sobre a escassez de alimentos no mundo. Para isso, enviou uma carta para os representantes de alguns países estratégicos solicitando suas opiniões, no seguinte teor:

 

POR FAVOR, DIGAM HONESTAMENTE A SUA OPINIÃO SOBRE A ESCASSEZ DE ALIMENTOS NO RESTO DO MUNDO

 

A pesquisa foi um fracasso:

 

* Nenhum dos países europeus entendeu o que era "escassez".

 

* Os africanos não sabiam o que eram "alimentos".

 

* Os cubanos estranharam e pediram maiores informações sobre o que era "opinião".

 

* Os norte–americanos nem imaginavam o que significa o "resto do mundo".

 

* O Congresso Brasileiro está debatendo, há anos sobre o que é honestamente.

 

***

Pois… agora, senhores governantes portugueses, digam honestamente a sua opinião… também, sobre tudo isto.

 

Não querem tentar?

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:26

link do post | comentar | adicionar aos favoritos
partilhar

.mais sobre mim

.pesquisar neste blog

 

.Setembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. CARTA ABERTA DE FRANCISCO...

. «QUAL A LÍNGUA OFICIAL DE...

.arquivos

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

.ACORDO ORTOGRÁFICO

EM DEFESA DA LÍNGUA PORTUGUESA, A AUTORA DESTE BLOGUE NÃO ADOPTA O “ACORDO ORTOGRÁFICO” DE 1990, DEVIDO A ESTE SER INCONSTITUCIONAL, LINGUISTICAMENTE INCONSISTENTE, ESTRUTURALMENTE INCONGRUENTE, PARA ALÉM DE, COMPROVADAMENTE, SER CAUSA DE UMA CRESCENTE E PERNICIOSA ILITERACIA EM PUBLICAÇÕES OFICIAIS E PRIVADAS, NAS ESCOLAS, NOS ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, NA POPULAÇÃO EM GERAL E ESTAR A CRIAR UMA GERAÇÃO DE ANALFABETOS.

.

.CONTACTO

isabelferreira@net.sapo.pt

. AO/90 É INCONSTITUCIONAL

O Acordo Ortográfico 1990 não tem validade internacional. A assinatura (em 1990) do texto original tem repercussões jurídicas: fixa o texto (e os modos como os signatários se vinculam), isto segundo o artº 10º da Convenção de Viena do Direito dos Tratados. Por isso, não podia ser modificado de modo a entrar em vigor com a ratificação de apenas 3... sem que essa alteração não fosse ratificada por unanimidade! Ainda há meses Angola e Moçambique invocaram OFICIALMENTE a não vigência do acordo numa reunião OFICIAL e os representantes OFICIAIS do Brasil e do capataz dos brasileiros, Portugal, meteram a viola no saco. Ora, para um acordo internacional entrar em vigor em Portugal, à luz do artº 8º da Constituição Portuguesa, é preciso que esteja em vigor na ordem jurídica internacional. E este não está!
blogs SAPO