Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2023

Na SIC Notícias professor questiona que qualidade de ensino teremos no futuro? Por que NÃO aproveitou esta oportunidade para exigir a extinção do AO90, para que o Ensino possa, de facto, ter qualidade?

 

Todos nós entendemos as reivindicações dos professores, no que respeita aos direitos laborais. Ninguém contesta esta parte. Mas, e o resto?

 

PROFESSOR.png

 

O movimento contestatário dos professores NÃO é pelo que está MAL na Escola PÚBLICA no seu TODO: DIREITOS dos alunos a uma educação escolar e um ensino de QUALIDADE, começando pela Língua Portuguesa, que está a ser DESENSINADA, e por manuais escolares elaborados para alunos inteligentes, e não a julgar que eles são idiotas, e também por instalações condignas e professores com uma FORMAÇÃO de QUALIDADE (o que nos últimos tempos tem falhado de um modo inconcebível!)  


Isto é que faz uma Escola Pública ter QUALIDADE.

No entanto, também é importante que os professores tenham uma carreira estável. E é apenas pela carreira estável que os professores estão a lutar. Uma vergonha!!!!!!

 

Os professores estão-se nas tintas para os direitos dos alunos, que mencionei anteriormente, e vêm questionar que espécie de ensino ou que qualidade de ensino teremos no futuro, quando está nas mãos deles pugnar por essa QUALIDADE de ensino, REJEITANDO o anormal “acordo ortográfico de 1990 que, ilegalmente, veio substituir a Língua Portuguesa, o PILAR de todo o SABER de um Povo?  O que fazem os professores? Simplesmente ignoram que a qualidade do ENSINO passa pela aprendizagem de um Português correCtamente escrito e falado.

 

A Escola NÃO é apenas o professor.

 

Em tudo o que já escrevi a este propósito, nunca pus em causa o direito dos professores exigirem melhor condições de trabalho. Nunca.

 

O que eu, e muitos como eu, pomos em causa, é este protesto generalizado APENAS pelo direito laboral dos professores, SEM que nele estejam incluídos também os DIREITOS dos alunos.

 

Nestas manifestações primeiro ELES, segundo ELES e terceiro ELES. E é isto que eu, e todos os que estão atentos ao que se passa nas escolas, contestamos. Não, o direito de lutar pelos direitos deles.

 

Quanto à questão do AO90, os professores servilmente, acriticamente aceitaram vender gato por lebre aos alunos, escudados numa obrigação que NÃO têm, por ser mais cómodo.

 

Carlos  Fernandes  DITADURA  ORTOGRÁFICA.jpg

 

E o que se passa, ou poderá passar é o seguinte: ou os professores mudam o discurso e incluem nele também os DIREITOS dos alunos a um ENSINO de QUALIDADE, de facto, ou, se conseguirem levar a água ao moinho deles (direitos laborais materializados) ficando de fora os alunos, o Ensino e a Educação Escolar continuarão mergulhados no CAOS, e a QUALIDADE de Ensino, hipocritamente e aligeiradamente questionada pela rama, continuará ad aeternum a NÃO existir.

 

***

FRANÇÊS.png

 

E já que falamos em CAOS, veja-se o estado caótico em que anda a escrita do NOSSO Português, ainda que isto nada tenha a ver com a estupidez propagada pelo AO90. Mas uma coisa chama a outra, e já ninguém atina com escrever correCtamente.

 

É inadmissível que num programa da RTP (suponho que seja o «Porquinho Mealheiro»), que se quer “cultural”, se escreva “franÇês”, à moda da “desiluÇão” no cartaz de uma professora em manifestação pelos seus direitos laborais. Não admira que as crianças troquem frequentemente os cês pelos ésses e vice-versa, com tantos exemplos de como se escreve MAL em Português, por gente que devia ser o MAIOR exemplo de como escrever BEM em Português.

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:46

link do post | comentar | ver comentários (4) | adicionar aos favoritos
partilhar
Quinta-feira, 12 de Janeiro de 2023

Ministério da Educação pede parecer à PGR sobre a legalidade da greve dos professores. Aproveitem a ocasião para pedir também parecer sobre a ILEGALIDADE do AO90

 

Nada contra as greves por direitos laborais, e neste campo apoiamos os professores.  

 

Tudo contra o que está a passar-se no âmbito do Ensino do Português, que deixou de ser Português, estando os direitos dos alunos a ser vilmente transgredidos, porquanto o AO90, que os professores, desinformadamente (para ser simpática), dizem ser obrigados a usar, é ILEGAL (algo que está mais do que comprovado) e como tal, a mixórdia ortográfica, que está a ser ensinada aos alunos, além de estar a transformá-los nuns analfabetozinhos funcionais, pode configurar um crime de lesa-pátria.



E o pior é que TODOS os poderes da Nação portuguesa, bem como os próprios professores, e aqueles pais, que fecham os olhos à educação dos filhos, estão-se nas tintas para o ensino ANORMAL da Língua Materna, o PILAR de todo o SABER de um Povo.


E uma vez que o Ministério da (des)Educação quer um parecer da PGR sobre a legalidade da greve por direitos laborais, que peça também um parecer (aliás que já muitos juristas deram e são unânimes) sobre a ILEGALIDADE do AO90, e a NÃO obrigatoriedade de ser aplicado nas escolas portuguesas, ou em quaisquer outras instituições ou empresas, porque uma Resolução do Conselho de Ministros (RCM) não faz lei.



Haja em Portugal quem ponha ordem na casa, uma vez que Marcelo Rebelo de Sousa, representante-mor da República Portuguesa, que se mete em tudo, no que deve e no que não deve, está impedido de repor a legalidade da Língua Portuguesa,  por motivos absolutamente inimagináveis.

 

Isabel A. Ferreira

 

Vasco Graça Moura.jpeg

 

Comentário no Grupo NOVO MOVIMENTO CONTRA O AO90 do Facebook:

Carlos Martins.PNG

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:22

link do post | comentar | adicionar aos favoritos
partilhar

.mais sobre mim

.pesquisar neste blog

 

.Abril 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Na SIC Notícias professor...

. Ministério da Educação pe...

.arquivos

. Abril 2024

. Março 2024

. Fevereiro 2024

. Janeiro 2024

. Dezembro 2023

. Novembro 2023

. Outubro 2023

. Setembro 2023

. Agosto 2023

. Julho 2023

. Junho 2023

. Maio 2023

. Abril 2023

. Março 2023

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

.Acordo Ortográfico

A autora deste Blogue não adopta o “Acordo Ortográfico de 1990”, por recusar ser cúmplice de uma fraude comprovada.

. «Português de Facto» - Facebook

Uma página onde podem encontrar sugestões de livros em Português correCto, permanentemente aCtualizada. https://www.facebook.com/portuguesdefacto

.Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt

. Comentários

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.

.Os textos assinados por Isabel A. Ferreira, autora deste Blogue, têm ©.

Agradeço a todos os que difundem os meus artigos que indiquem a fonte e os links dos mesmos.

.ACORDO ZERO

ACORDO ZERO é uma iniciativa independente de incentivo à rejeição do Acordo Ortográfico de 1990, alojada no Facebook. Eu aderi ao ACORDO ZERO. Sugiro que também adiram.
blogs SAPO